No caminho para o hexa, Brasil poderá ter duelos decisivos contra europeus

Seleção comandada por Tite pode cruzar com Alemanha nas quartas de final e encarar uma possível reedição de final contra a França

Brasil x Chile no Maracanã pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022
Brasil x Chile no Maracanã pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022 Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Vinícius Tadeuda CNN

Ouvir notícia

Fifa realizou, na tarde desta sexta-feira (1º), o sorteio dos grupos da Copa do Mundo do Catar 2022, que ocorrerá entre novembro e dezembro deste ano.

Seleção Brasileira está no grupo G, e irá disputar as partidas da primeira fase nos dias 24 e 28 de novembro e 2 de dezembro. Os adversários do Brasil serão as seleções da Suíça, Sérvia e Camarões.

No entanto, para chegar ao tão sonhado hexacampeonato mundial, a equipe comandada pelo técnico Tite precisará ir além de uma boa campanha na primeira fase e vencer todas as partidas do temido mata-mata.

Com retrospecto favorável contra os adversários da fase de grupos, a Seleção Brasileira chega como favorita na chave, e os torcedores brasileiros já trabalham com a possibilidade de uma classificação em primeiro lugar do grupo.

Neste caso, o Brasil teria como adversário nas oitavas de final o segundo colocado do grupo H, composto por Portugal, Gana, Uruguai e Coreia do Sul. Veja os possíveis confrontos que a Seleção terá para chegar ao hexa.

Oitavas de final

As equipes que aparecem como favoritas no grupo H, de onde virá o primeiro adversário do mata-mata caso o Brasil passe de fase, são Portugal e Uruguai, com os dois times se classificando em primeiro e segundo lugar respectivamente.

Dessa forma, caso a Seleção Brasileira confirme o favoritismo e se classifique em primeiro do grupo, encontra o Uruguai como possível oponente. E quando se fala em confrontos com seleções da América do Sul, o Brasil tem propriedade para demonstrar certo controle da situação.

Isso porque a seleção de Tite conseguiu um ótimo desempenho nas eliminatórias sul-americanas, se classificando em primeiro lugar com uma ampla distância entre os outros colocados, somando 45 pontos. Já o Uruguai terminou em terceiro, com 28 pontos. Além disso, o Brasil venceu os quatro últimos duelos que teve contra os uruguaios.

Já contra os irmãos portugueses a Seleção Brasileira também tem boas condições de vitória. Apesar da presença do craque Cristiano Ronaldo, o Brasil tem um bom retrospecto contra Portugal, além de os portugueses terem enfrentado dificuldades para garantir a vaga na Copa do Catar, confirmando a participação apenas na repescagem.

Quartas de final

Avançando de fase no mata-mata, a Seleção terá pela frente um adversário que vem do grupo E (Espanha, Alemanha, Japão, Costa Rica ou Nova Zelândia) ou do grupo F (Bélgica, Canadá, Marrocos e Croácia). Os confrontos mais prováveis são contra as fortes seleções europeias.

Dessa forma, a equipe de Tite pode reencontrar a Bélgica, seleção que eliminou o Brasil na última edição da Copa. Este cenário é possível caso os europeus se classifiquem em segundo do grupo e a Seleção Brasileira em primeiro, ou vice-versa, e ambos passem das oitavas de final.

Pode ser também a grande oportunidade do Brasil se vingar da Alemanha, que em 2014 foi a responsável pelo inesquecível 7 a 1. Ainda nas quartas de final, outro adversário provável é a Espanha, fazendo com que o favoritismo seja dividido nesta fase.

Semifinal

Nesta fase da competição, em que apenas quatro equipes continuam na disputa pelo título mundial, a expectativa é de confrontos equilibrados. Nesta fase, pode ser que a Seleção cruze com a sua maior rival, a Argentina.

Da última vez que o Brasil enfrentou os argentinos, o cenário não foi bom. Os hermanos venceram a seleção de Tite por 1 a 0 em pleno Maracanã, em partida válida pela final da Copa América em julho do ano passado.

Outro possível adversário da Seleção na semifinal é a Holanda, que sonha em conquistar seu primeiro título mundial. O último duelo contra os holandeses aconteceu no Brasil, durante a disputa pelo terceiro lugar na Copa do Mundo de 2014. O resultado, porém, acabou sendo uma vitória da Holanda por 3 a 0.

Grande final

Caso avance até a tão sonhada final da Copa do Mundo do Catar, a Seleção Brasileira tem a chance de entrar para história diante de uma partida emocionante contra França ou Inglaterra.

Com um elenco recheado de craques mundialmente conhecidos como Benzema e Mbappé, a seleção francesa chega na Copa deste ano como atual campeã e fará de tudo para fazer com que a taça continue na França.

Uma final contra os franceses, no entanto, seria a grande oportunidade do Brasil vingar a final da Copa de 1998, em que a seleção comandada por Zagallo foi derrotada por 3 a 0 diante de uma atuação marcante de Zidane.

Já contra a seleção da Inglaterra, o Brasil mantém um histórico positivo de 11 vitórias contra apenas quatro dos ingleses. Além disso, o torcedor brasileiro se lembra de uma partida histórica de 2002, fundamental para a conquista do pentacampeonato mundial.

Na ocasião, a Seleção Brasileira derrotou a Inglaterra por 2 a 1 com um belo gol de falta de Ronaldinho Gaúcho.

Mais Recentes da CNN