Olimpíadas chegam à abertura com 110 casos de Covid-19, sendo 13 atletas

Balanço oficial diário contabilizou 19 novos casos nesta sexta-feira (23), dia da cerimônia oficial dos Jogos em Tóquio

Paulo Junior, colaboração para a CNN*

Ouvir notícia

As Olimpíadas têm mais 19 casos de Covid-19 confirmados segundo o balanço diário divulgado pelo Comitê Organizador em Tóquio. Com a atualização desta sexta-feira (23), dia da abertura oficial dos Jogos, agora são 110 pessoas com testes positivos desde o início de julho. Nessa nova listagem, há mais três atletas contaminados, chegando a 13.

Entre os tantos desfalques, o time mexicano de beisebol é um dos que sofreu com baixas ainda antes de chegar ao Japão. O comitê do país havia anunciado na terça (20) que todo o elenco estava cumprindo uma quarentena após a presença de duas pessoas com testagens positivas. Eram os arremessadores Hector Velazquez e Sammy Solis. A delegação ainda aguarda novos resultados de exames para nomear os substitutos.

Entre os atletas que perderão os Jogos também está Taylor Crabb, norte-americano do vôlei de praia, que lamentou muito em texto publicado nas redes sociais.

“Depois de toda precaução, tomando a vacina e seguindo os protocolos, testei positivo para a Covid-19. Estou livre de sintomas, ainda bem, mas muito desapontado por não poder me juntar a Jake [com quem faz dupla] na areia e competir como membro do time dos EUA”. Ele será substituído por Tri Bourne.

Além dos ambientes envolvidos com as Olímpiadas, a cidade de Tóquio também vive uma alta nos casos nesta semana de início das competições. O balanço de quinta-feira (22) apresentou o maior número desde janeiro, batendo quase 2000 novas infecções; nesta sexta (23), o patamar diário caiu para 1.359.

Um levantamento feito pela CNN e atualizado horas antes da abertura dos Jogos chegou em 22 atletas desfalcando as delegações por conta de Covid-19 e protocolos de saúde. Esse número é maior que o recorte oficial do COI porque considera casos anteriores ao embarque dos esportistas. São seis da República Tcheca, cinco dos Estados Unidos, três da Grã-Bretanha, dois do México, dois da África do Sul, um da Austrália, um do Chile, um da Holanda e um da Rússia.

(Com informações da Reuters)

Mais Recentes da CNN