“Que tenha paz consigo”, diz Paulo Sousa sobre Jorge Jesus após derrota do Flamengo

Treinador do time rubro-negro foi perguntado sobre "pressão" de torcida, favorável ao retorno de Jesus

Jorge Jesus assumiu como técnico do Flamengo em dezembro de 2021
Jorge Jesus assumiu como técnico do Flamengo em dezembro de 2021 Aleksandra Szmigiel/Reuters

João Pedro Malarda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O técnico do Flamengo, Paulo Sousa, afirmou neste domingo (8) que deseja que o também técnico português Jorge Jesus “tenha paz consigo”. A fala ocorreu em uma coletiva de imprensa após a partida contra o Botafogo, pelo Brasileirão.

O Flamengo perdeu por 1 a 0 e chegou a ter um gol anulado. Depois da derrota, a torcida flamenguista começou a cantar “olê, olê, olê, olê, Mister, Mister”, em referência ao apelido de Jorge Jesus, que foi técnico do time em 2019, quando o Flamengo foi campeão do Campeonato Brasileiro e da Libertadores da América.

Nesta semana, Jesus manifestou interesse em retornar ao comando do clube durante uma entrevista ao SporTV, enquanto visitava o Brasil. “Quero voltar, sim. Mas não depende só de mim. Posso esperar até pelo menos o dia 20. Depois disso, tenho que decidir minha vida”, afirmou.

Paulo Sousa, que assinou contrato em dezembro de 2021, tem sido criticado pelos flamenguistas devido à atuação do time no Brasileirão, uma situação que piorou após a derrota para o Botafogo. Questionado sobre a “pressão” da torcida, que cantou o nome de outro treinador, Sousa disse que “não tem problema com ninguém”.

“Nós estamos em um ano sensível, de renovação, reestruturação, reconstrução de processos táticos, importantes, e sabemos que os resultados são importantes, dão convicção para ir trabalhando tudo aquilo que são nossas convicções positivamente, e quando assim não acontece temos que superar a exigência da nossa torcida, que quer nos ver ganhar, e hoje fizemos de tudo para ganhar”, afirmou.

Sousa citou uma “precipitação” do time carioca no início do jogo, mas avaliou que depois o Flamengo soube se organizar bem e criar oportunidades, mesmo que elas não tenham resultado em uma vitória.

Já sobre Jorge Jesus, Sousa disse que o português é “um treinador que eu respeito. Respeito a história do Flamengo, respeito a importância dessa história e respeito aquilo que o Jorge foi no Flamengo em 2019, o que ele conseguiu”.

“Ao Jorge especificamente, só peço a Deus que o abençoe, a ele e a sua família, todos os seus, e que ele, muito sinceramente do fundo do meu coração, tenha saúde, paz, sobretudo consigo mesmo, e sucesso”.

Mais Recentes da CNN