Torcedor do Boca Juniors é flagrado fazendo gestos racistas à torcida do Corinthians

São contabilizados seis casos de racismos contra equipes brasileiras na atual edição da competição continental; Conmebol endureceu medidas pelo crime

Douglas Portoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Um torcedor do Boca Juniors foi filmado, nesta terça-feira (17), fazendo gestos racistas para a torcida do Corinthians antes da partida entre as equipes pela 5ª rodada da Copa Libertadores da América, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, na Argentina.

Esse é o sexto caso de racismo registrado na atual edição da competição contra clubes brasileiros. No jogo de ida dos times, em 26 de abril, na Neo Química Arena, em São Paulo, outro aficionado do clube argentino foi preso após imitar um macaco. Ele foi solto um dia depois após pagamento de fiança.

Os demais casos aconteceram em River Plate (ARG) x Fortaleza, Estudiantes (ARG) x Red Bull Bragantino, Emelec (EQU) x Palmeiras e Universidad Católica (CHI) x Flamengo.

A Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) endureceu, em 9 de maio, as sanções contra atos de discriminação em todas as competições da entidade “por motivação de cor de pele, raça, sexo ou orientação sexual, etnia, idioma, credo ou origem”.

De acordo com a entidade, a multa mínima a ser aplicada a clubes ou associação em que o torcedor infringir a regra, passa a ser de US$ 100 mil –  anteriormente era de US$ 30 mil.

Outro ponto alterado pela Conmebol, é que o órgão judicial competente para julgar os casos poderá impor a pena de o clube jogar um ou várias partidas sem torcida, ou até o fechamento parcial do estádio do clube.

Mais Recentes da CNN