Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    NBB: Lucas Dias MVP e Olivinha “eterno”; veja lista de premiações

    Franca conquistou o tricampeonato ao vencer o Flamengo na final

    Olivinha foi homenageado em noite de premiação do NBB
    Olivinha foi homenageado em noite de premiação do NBB João Pires / LNB

    Murillo Grantda CNN

    A cerimônia dos melhores da Liga Nacional de Basquete aconteceu nesta terça-feira (18), no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. A temporada acabou com Franca se tornando tricampeão do NBB, após vencer o Flamengo nas finais, no placar de 3 a 1 na série.

    Olivinha, aos 41 anos, ídolo do basquete rubro-negro, foi homenageado pela aposentadoria após 16 temporadas na liga. Além disso, o prêmio de reboteiro da temporada ganhará o seu nome.

    “Muito obrigado à Liga por essa homenagem. Felicidade está muito grande aqui por ter uma homenagem dessa que realmente vai ficar aí para eternidade”, disse Olivinha após ser homeageado no palco.

    MVP, Revelação e “supercampeão”

    Pelo segundo ano consecutivo, Lucas Dias, do Franca Basquete, foi eleito o MVP da temporada. O ala teve media de 18 pontos por jogo, 6,4 rebotes e 2,7 assistências. O maior vencedor do prêmio é Marquinhos, com três no total.

    Além de Lucas Dias, o pivô Marcio Henrique, de 21 anos, foi eleito o destaque jovem. Pra coroar, o ala-pivô Jonathan Luz chegou ao sexto título seguido do NBB. O atleta  levanta troféus desde 2018: três pelo Flamengo e agora 3 por Franca. Jonathan igualou Marquinhos e Olivinha como um dos maiores vencedores da Liga.

    Veja lista completa de premiações

    • Quinteto ideal: Elinho (Corinthians), Gui Deodato (Flamengo), Thornton (Botafogo), Gabriel Jaú (Flamengo ) e Lucas Dias (Franca)
    • Troféu Ari Vidal (Melhor técnico): Paulo Cesar Jaú (Bauru Basket)
    • Personalidade do ano: Carlos Maluf
    • Melhor Ataque: Franca – média de 85 pontos por partida
    • Melhor defesa: Paulistano – médiade 70 pontos por partida
    • Troféu Olivinha (reboteiro): Alexandre Paranhos (Minas Tênis Clube) – 7,38 rebotes por partida
    • Líder em assistências: Elinho (Corinthians) – 9,08 assisdências por partida
    • Melhor defensor: Montrell Brite (Bauru)
    • Líder em eficiência: Lucas Dias (Franca) – 19,3 por partida
    • Troféu Oscar Schmidt (líder em pontos) – Isaac Thornton (Botafogo)
    • Jogador que mais evoluiu: Rafael Paulichi (Vasco)
    • Destaque jovem: Márcio (Franca)
    • Melhor estrangeiro: Isaac Thornton (Botafogo)
    • Melhor sexto homem: Matheus Eugeniusz (Vasco)
    • Fair Play: Corinthians
    • Árbitro revelação: Thiago Luiz Victorino
    • Melhor trio de arbitragem: Andreia Regina, Cristiano Maranho e Fabieno Huber
    • Melhor árbitro: Andreia Regina

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas