Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Líder do Brasileirão, Flamengo vence o Fluminense e agrava crise no rival

    Fla-Flu no Maracanã foi de amplo domínio do time de Tite, mas o gol da vitória saiu apenas aos 40 minutos da etapa final

    Pedro comemora o gol da vitória do Flamengo sobre o Fluminense
    Pedro comemora o gol da vitória do Flamengo sobre o Fluminense Wagner Meier/Getty Images

    Matheus Dantasda Itatiaia

    O Fla-Flu deste domingo (23) foi de amplo domínio do Flamengo, mas nem por isso deixou de ter emoção até o fim. Após muitas chances perdidas no Maracanã, o time de Tite garantiu a vitória por 1 a 0 aos 40 minutos da segunda etapa, agravando a crise do Tricolor no Campeonato Brasileiro.

    Com o resultado, o Rubro-Negro vai aos 24 pontos e garante a liderança da Série A do Brasileirão por mais uma rodada.

    Já o Fluminense, que finalizou uma única vez no clássico e longe da meta de Rossi, segue na lanterna da Série A. Veja a classificação do Brasileirão aqui.

    Pela 12ª rodada do Brasileirão, o Flamengo visita o Juventude, na quarta (26), no Alfredo Jaconi. O Fluminense, na quinta (27), recebe o Vitória no Maracanã.

    Velhos problemas do Fluminense

    Pressionado, o Fluminense não abriu mão de suas características e já iniciou a partida com maior posse de bola. As dificuldades apresentadas nas últimas partidas seguiram da mesma forma.

    Com Ganso, Renato Augusto, Gabriel Pires e Lima no meio de campo, o time de Diniz não conseguiu ir ao ataque, terminando o primeiro tempo sem finalizar uma vez contra a meta de Rossi.

    Por outro lado, o Tricolor teve problemas para sair jogando lá de trás. Quando conseguiu superar a marcação alta do Flamengo, faltou velocidade ou gente para progredir com a bola.

    Flamengo perde chances incríveis

    Neste cenário, bastou ao time de Tite pressionar a saída adversária para ter oportunidades. Foram pelo menos quatro chances claras após recuperar a bola no campo de ataque.

    A primeira foi aos 17, após erro de Gabriel Pires. Gerson deixou o camisa 9 em condições de abrir o placar, mas Fábio defendeu o chute. No rebote, Bruno Henrique se enrolou.

    Aos 21, quem saiu jogando errado foi o próprio goleiro, que contou com a “sorte” ao Lorran finalizar muito mal. Aos 29, em novo vacilo de Gabriel Pires, Gerson perdeu outro gol incrível.

    Lorran ainda teve nova oportunidade nos acréscimos, mas a finalização não foi legal. Fábio espalmou para escanteio, mantendo o placar sem alterações antes do intervalo.

    Pressão rubro-negra

    A etapa final começou como a primeira terminou: erros do Fluminense na saída de bola e chance atrás de chance perdida pelo Flamengo.

    Ainda no primeiro minuto, foi a vez de Antônio Carlos e Martinelli vacilarem. No contra-ataque puxado por Lorran, Luiz Araújo chutou de fora da área com perigo.

    Três minutos depois, Lorran desarmou Gabriel Pires, mas a finalização foi desviada. Aos oito, Fábio defendeu a finalização de Bruno Henrique.

    Aos 18, com o time sem qualquer reação e nenhuma finalização no jogo, Fernando Diniz mexeu no Fluminense. Thiago Santos, Alexsander e Keno entraram.

    A partir daí, o Fluminense até conseguiu respirar no Maracanã. Lima, de fora da área, arriscou o primeiro chute do time no jogo, aos 21, mas não levou perigo.

    Gol de Pedro e expulsões

    A intensidade do Flamengo também caiu, mas a vitória saiu com a participação de dois jogadores que estavam “sumidos”.

    Aos 36, Bruno Henrique foi lançado e ganhou de Calegari, que, na queda, derrubou o camisa 27 do Flamengo. Após longa demora, o pênalti foi confirmado.

    Aos 40, Pedro cobrou com categoria, sem chances para Fábio: 1 a 0 e feta do Flamengo no Maracanã!

    Nos minutos finais, houve só tempo para Lima e Fernando Diniz serem expulsos pelo lado do Fluminense.

    Fluminense 0 x 1 Flamengo

    Fluminense: Fábio; Samuel Xavier (Calegari), Antônio Carlos, Martinelli, Diogo Barbosa; Gabriel Pires (Thiago Santos), Lima, Renato Augusto (Keno) e Ganso (David Terans); John Kennedy e Cano (Alexsander). Técnico: Fernando Diniz.

    Flamengo: Rossi, Wesley, Fabrício Bruno, David Luiz (Léo Pereira) e Ayrton Lucas; Léo Ortiz (Victor Hugo), Gerson e Lorran (Allan); Bruno Henrique, Luiz Araújo e Pedro. Técnico: Tite

    Gols: Pedro (40’/2ºT), do Flamengo.

    Cartão amarelo: Ganso, David Terans, (FLU); David Luiz e Léo Ortiz (FLA).

    Cartão vermelho: Lima e Fernando Diniz (FLU).

    Renda e público: R$ 2.766.090,00 / 52.507 pagantes / 57.098 presentes.

    Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (Fifa/RS).

    Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Maira Mastella Moreira (Fifa/RS).

    Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa/SP).

    Motivo: Jogo da 11ª rodada do Brasileirão.

    Data e hora: 23 de junho de 2024, às 16h (de Brasília).

    Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original