Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Campeão da NBA com Lakers e Celtics é preso nos Estados Unidos

    Rajon Rondo foi detido em Indiana

    Rajon Rondo foi campeão da NBA da temporada 2019/20 com o Los Angeles Lakers
    Rajon Rondo foi campeão da NBA da temporada 2019/20 com o Los Angeles Lakers @NBA

    Da CNN

    Rajon Rondo, campeão da NBA por Los Angeles Lakers e Boston Celtics, foi preso no domingo (28), nos Estados Unidos, por porte ilegal de arma de fogo, apetrechos para drogas e maconha. A informação é da WDRB, empresa de mídia que opera nos estados de Kentucky e Indiana.

    Segundo a publicação, o ex-armador foi parado por infração de trânsito no condado de Jackson, em Indiana, durante aquela tarde. Um policial teria sentido o cheiro de maconha e ordenado uma busca que levou a encontrar uma arma de fogo, maconha para uso pessoal e apetrechos para drogas. Rondo, porém, estaria impedido de portal armas de fogo. Ele foi levado para a prisão, pagou a fiança e foi libertado.

    Lembra dele?

    O ex-armador, de 37 anos, foi um dos principais nomes da NBA nos primeiros anos do século. Foi escolhido na 21ª posição do draft de 2006 pelo Phoenix Suns, mas imediatamente trocado ao Boston Celtics junto com Brian Grant por uma futura escolha de primeira rodada via Cleveland Cavaliers.

    Rajon Rondo foi campeão da NBA da temporada 2007/08 com o Boston Celtics
    Rajon Rondo foi campeão da NBA da temporada 2007/08 com o Boston Celtics / @NBA

    Permaneceu no TD Garden até dezembro de 2014, quando foi trocado para o Dallas Mavericks. Desde então, rodou por Sacramento Kings, Chicago Bulls, New Orleans Pelicans, Los Angeles Lakers, Atlanta Hawks e Los Angeles Clippers. A última franquia que defendeu foi o Cleveland Cavaliers, durante a temporada 2021/22.

    Foi campeão da NBA em 2008, pelo Celtics, e em 2020, pelo Lakers. Também foi selecionado quatro vezes para o All-Star Game, quatro vezes para times de Defesa da Temporada e para a equipe de Novatos de 2006/07. Foi o maior assistente da NBA três vezes e uma vez o jogador com mais roubos. Na temporada 2011/23, acabou eleito All-NBA.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas