Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Corinthians é punido por cantos homofóbicos e não terá torcida contra o Vasco

    Inicialmente, a pena seria para o duelo contra o Bragantino, que ocorreu no último domingo; mas o Corinthians conseguiu efeito suspensivo

    Luis Fabianida Itatiaia

    Nesta quinta-feira (6), o Corinthians foi punido com um jogo de portões fechados no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro.

    A punição vale pelos gritos homofóbicos da torcida corintiana no clássico contra o São Paulo, no último dia 14 de maio, pelo Campeonato Brasileiro.

    A punição, vale lembrar, já havia sido determinada na 3ª Comissão Disciplinar, mas o Corinthians conseguiu efeito suspensivo. Inicialmente, a pena seria para o duelo contra o Red Bull Bragantino, que ocorreu no último domingo (2) e terminou em vitória do time de Bragança por 1 a 0.

    Pela versão inicial da tabela, o próximo jogo do Corinthians em casa no Brasileirão será contra o Grêmio, na 15ª rodada. Por conflitos de calendário, porém, o duelo com os gaúchos acabou adiado e não tem data determinada até o momento.

    Assim, o Corinthians vai cumprir a pena no jogo seguinte na Neo Química Arena, contra o Vasco, na 18ª rodada, no dia 30 de julho.

    A punição imposta foi baseada no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que proíbe “praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”.

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original