Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Cruzeiro e Atlético-MG protagonizam final do Mineiro Feminino pela quarta vez consecutiva

    Galo leva vantagem em finais, mas Raposa tem melhor retrospecto geral

    Cruzeiro e Atlético-MG pela segunda rodada da fase inicial do Mineiro Feminino
    Cruzeiro e Atlético-MG pela segunda rodada da fase inicial do Mineiro Feminino Foto: Gustavo Martins/ Cruzeiro

    Sofia Gontijo, Mateus Moreirada Itatiaia

    Pelo quarto ano consecutivo, Cruzeiro e Atlético-MG decidem o Campeonato Mineiro Feminino. A grande final será disputada no Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (19), às 15h50 (de Brasília).

    Durante a primeira fase, as equipes se enfrentaram pela segunda rodada. Naquela ocasião, a Raposa levou a melhor e venceu por 1 a 0. Byanca Brasil foi a autora do gol aos 19 minutos do primeiro tempo.

    Por ter a melhor campanha da fase inicial, o time celeste é o mandante da final. Com a decisão em jogo único, os times entram em campo sem nenhuma vantagem no placar e, em caso de empate, a decisão irá para os pênaltis.

    No histórico da competição, as Vingadoras somam nove títulos e um vice, enquanto as Cabulosas têm um título e três vice-campeonatos.

    Retrospecto do clássico

    Em um retrospecto amplo, a Raposa tem vantagem. Em 11 jogos oficiais disputados, o Cruzeiro venceu quatro, e o Atlético-MG três. Outras quatro partidas terminaram em empate. Entretanto, nas finais do Mineiro, o Galo é quem tem melhor desempenho.

    Nas últimas três decisões, também protagonizadas pelos rivais, o time alvinegro venceu todas. Duas foram decididas nos pênaltis e a outra, também vencida pelo Atlético-MG, foi no tempo normal, 1 a 0.

    Campanha do Cruzeiro

    Dono da melhor campanha da primeira fase, o Cruzeiro foi o responsável pela escolha do palco da partida. Com 87% de aproveitamento, as Cabulosas ficaram na liderança com 13 pontos. Ao todo, foram quatro vitórias e um empate. O melhor ataque também é da equipe celeste: 48 gols marcados. Além disso, sofreu apenas dois gols.

    Na fase semifinal, o Cruzeiro enfrentou o Nacional e passou pelo adversário com tranquilidade. Na primeira partida, fora de casa, construiu uma goleada de 5 a 0. Mesmo aliviado pelo placar, a equipe novamente aplicou um placar elástico no confronto da volta: 6 a 0.

    No Campeonato Mineiro, o grande destaque das Cabulosas é a atacante Byanca Brasil. A camisa 10 é a artilheira do time e da competição, com onze gols marcados.

    Campanha do Atlético-MG

    O time alvinegro encerrou sua participação na primeira fase na terceira posição, com 10 pontos. O Atlético-MG teve 67% de aproveitamento, com três vitórias, um empate e apenas uma derrota.

    As Vingadoras dividem o posto de melhor defesa do Mineiro Feminino com o rival deste domingo (19). Ambos sofreram apenas dois gols. Em números ofensivos, a equipe balançou as redes em quinze oportunidades.

    Na fase semifinal uma difícil missão: clássico contra o América-MG. Na partida de ida, o Galo foi superior e venceu o duelo por 1 a 0. Já no confronto da volta, no último fim de semana, as Vingadoras abriram o placar e sofreram o empate no fim da partida. No entanto, o 1 a 1 foi o suficiente para a classificação alvinegra.

    No setor ofensivo, Emily é o grande destaque da equipe, com três gols marcados na competição.

    Cruzeiro x Atlético-MG

    Motivo: Final do Campeonato Mineiro Feminino

    Data e horário: 19 de novembro de 2023 (domingo), às 15h50 (de Brasília)

    Local: Independência, em Belo Horizonte

    Árbitro: Richard Michel Lara Arruda

    Auxiliares: Juliana Nascimento da Silva e Suellen das Graças Gonçalves Silva

    Quarto árbitro: Josiene Dinelle Pereira

    Transmissão: Youtube Itatiaia, a partir das 15h30 (de Brasília).


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original