Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Dorival admite que goleada contra Palmeiras é vergonhosa para o São Paulo

    Tricolor Paulista foi atropelado por 5 a 0 em partida contra o Verdão no Allianz Parque

    Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net

    Mateus Pinheiroda Itatiaia

    São Paulo

    O São Paulo desapontou a torcida e foi goleado por 5 a 0 contra o Palmeiras na noite desta quarta-feira (25). Dorival Júnior admitiu que a derrota foi vergonhosa, analisou o comportamento do elenco, e admitiu preocupação por oscilação dentro e fora de casa na temporada.

    “Vamos saber dividir o que está acontecendo. Há três dias fizemos uma atuação excelente no Morumbi. Amanhã voltamos ao trabalho. É vergonhoso? É. Não é digno de uma equipe como a nossa. Eu assumo a responsabilidade”, começou Dorival em entrevista coletiva no Allianz Parque.

    O elenco do Tricolor busca os 45 pontos no Campeonato Brasileiro para ter tranquilidade em uma temporada já considerada encerrada após conquista da Copa do Brasil.

    “Foi comportamental de todos nós, isso incluo todos que fazem parte do nosso grupo de trabalho. Acho que é uma responsabilidade que tem que ser dividida. Consequências têm que ter, mas temos que ter equilíbrio”, analisou o técnico.

    “A grande verdade é que o Palmeiras entrou para decidir, e o São Paulo entrou para jogar. Não podemos tirar os adjetivos de uma vitória como essa que o Palmeiras construiu por méritos. Nós tivemos muitos problemas, não tivemos um destaque sequer em toda a partida”, concluiu o treinador.

    Segundo pior visitante

    “Nossa postura dentro do Morumbi é diferente. Às vezes foge ao nosso entendimento o que acontece quando saímos do Morumbi. Fizemos jogos muitos bons, principalmente na Copa do Brasil, mas não o suficiente para ter uma regularidade, e precisa disso para jogar o Brasileiro”, revelou.

    O São Paulo é o segundo pior visitante do campeonato com os mesmos seis pontos conquistados pelo América-MG, o lanterna da competição.

    São os únicos time que não venceram fora de casa no Brasileiro. Em 14 jogos, são seis empates e oito derrotas.

    “É uma situação que nos incomoda, estamos trabalhando com muita força para reverter esse quadro. Não tivemos a força que encontramos dentro do nosso campo para vencer os adversários. Precisamos estar mais atentos para tudo isso”, disse o treinador.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas