CNN Esportes

Em nota, CBF defende Vini Jr. e condena novo caso de racismo: “Chocante”

Jogador foi mais uma vez alvo de ataques racistas durante jogo entre Real Madrid e Sevilla, no Campeonato Espanhol

Vinicius Júnior foi vítima de racismo em jogo contra o Sevilla, por LALIGA
Vinicius Júnior foi vítima de racismo em jogo contra o Sevilla, por LALIGA Reprodução/Vinicius Júnior no X

Leonardo Parrelada Itatiaia

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, na manhã deste domingo (22), nota em apoio ao atacante Vinicius Junior. O brasileiro foi, novamente, alvo de racismo durante partida do Campeonato Espanhol entre Real Madrid e Sevilla, nesse sábado (21). O comunicado, assinado pelo presidente da CBF, condena as ofensas racistas e se solidariza com o brasileiro.

“É chocante assistir novamente aos atos de racismo contra o Vinicius Junior. Racismo é crime e deve ser combatido sempre. É lamentável ainda assistirmos a declarações deste tipo. Sou negro e sei da dor que ele sente em cada atitude racista dos torcedores. Vou sempre me solidarizar com as vítimas de racismo. Não podemos normalizar”, disse Ednaldo Rodrigues.

O presidente também defendeu a expulsão de torcedores que cometerem ofensas racistas do estádio. O Sevilla identificou o infrator e o entregou às autoridades. Tanto Vinícius quanto a CBF parabenizaram o clube espanhol.

“Pelo menos, desta vez, o agressor não saiu impune do estádio. O Sevilla fez o mínimo que uma atitude racista merece. A CBF vai continuar pressionando todas as autoridades do futebol e de fora do esporte para que esse crime hediondo seja punido com rigor”, afirma o comunicado.

Veja fala do presidente da CBF

É chocante assistir novamente aos atos de racismo contra o Vinicius Junior. Racismo é crime e deve ser combatido sempre. É lamentável ainda assistirmos a declarações deste tipo. Sou negro e sei da dor que ele sente em cada atitude racista dos torcedores. Vou sempre me solidarizar com as vítimas de racismo. Não podemos normalizar. Minha voz sempre será ouvida para coibir tais atitudes brutais. Estamos tomando medidas efetivas e não vamos parar até expulsarmos os racistas dos estádios.

Pelo menos, desta vez, o agressor não saiu impune do estádio. O Sevilha fez o mínimo que uma atitude racista merece. A CBF vai continuar pressionando todas as autoridades do futebol e de fora do esporte para que esse crime hediondo seja punido com rigor. A CBF segue fazendo o trabalho com a Fifa, Conmebol e Uefa para que todas as entidades do esporte no mundo atue de forma veemente contra o racismo

Veja nota de Vinícius Júnior

Parabéns ao Sevilla pelo rápido posicionamento e pela punição em mais um triste episódio para o futebol espanhol.

Infelizmente, tive acesso a um vídeo com outro ato racista na partida deste sábado, dessa vez praticado por uma criança. Lamento muito que não haja ninguém para educá-la.

 Eu invisto, e invisto muito, na educação no Brasil para formar cidadãos com atitudes diferentes dessas. O rosto do racista de hoje está estampado nos sites como em várias outras vezes.

Espero que as autoridades espanholas façam sua parte e mudem a legislação de uma vez por todas. Essas pessoas têm que ser punidas criminalmente também. Seria um ótimo primeiro passo para se preparar para a Copa do Mundo de 2030.

Estou à disposição para ajudar. Desculpem parecer repetitivo, mas é o episódio isolado número 19. E contando…


Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas