Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Richarlison tranquiliza sobre condição física e diz estar “200%” bem para a Copa

    Em entrevista, camisa 9 da Seleção Brasileira também chamou de "babaca" o jornalista alemão que apontou "arrogância" de Neymar

    Henrique Sales Barrosda CNN

    Em São Paulo

    O atacante Richarlison tranquilizou sobre a sua condição física e disse estar bem para a estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo no Catar, na quinta-feira (24), às 16h (horário de Brasília), contra a Sérvia.

    “Eu não estou 100%: estou 200%. Acho que temos tudo para fazer um início de Copa muito bem”, afirmou Richarlison em entrevista coletiva logo após o segundo dia de treinamentos da seleção no Catar.

    Camisa 9 da Seleção Brasileira, o atacante do Tottenham teve um lesão muscular na panturrilha em meados de outubro, em um jogo contra o Everton válido pelo Campeonato Inglês, e chegou a, inicialmente, causar dúvidas sobre se estaria na Copa do Mundo.

    Após ficar afastado por cerca de três semanas, porém, Richarlison atuou por cerca de 70 minutos na última partida do clube antes da parada do calendário do futebol inglês para a Copa: uma vitória por 4 a 3 contra o Leeds United, pelo Campeonato Inglês. “Passei um susto muito grande”, comentou o atacante.

    Ainda na entrevista, Richarlison criticou o jornal alemão Bild, que classificou como “primeiro ataque de arrogância de Neymar” uma publicação em que o atacante colocou uma sexta estrela – em referência ao hexacampeonato – em cima do escudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em uma postagem no Instagram.

    “Arrogantes são eles, a gente é apenas sonhador. Estamos sonhando com essa sexta estrela faz tempo e vamos buscá-la, eles querendo ou não”, afirmou, dizendo desconhecer quem seja o jornalista que escreveu o texto no Bild – “e também não quero saber (quem é)”, acrescentou.

    Richarlison também falou sobre o peso de vestir a 9 da Seleção Brasileira após desempenhos aquém do esperado de jogadores que usaram a camisa nas Copas do Mundo de 2014 – Fred, já aposentado – e 2018 – Gabriel Jesus, convocado em 2022, mas agora utilizando o uniforme de número 18.

    “Essa cobrança é normal”, afirmou. “Graças a Deus eu tenho feito bastante gols com a camisa da Seleção Brasileira jogando como 9. Com os companheiros que tenho no ataque, creio que os gols vão sair naturalmente”, acrescentou.

    Perguntado quantos gols almeja marcar na Copa, Richarlison disse que quer ficar à frente do ingles Harry Kane, companheiro dele nos Spurs e que foi artilheiro da Copa de 2018, com seis gols, mas evitou falar em números. “Sem pressão. Já estou vestindo a camisa 9. Vamos deixar os gols saindo naturalmente”, afirmou.