Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Espanha derrota Inglaterra e conquista primeiro título da Copa do Mundo Feminina

    Olga Carmona marcou o gol histórico que garantiu a taça do torneio

    Espanha vence a Inglaterra e conquista o título da Copa do Mundo Feminina pela primeira vez
    Espanha vence a Inglaterra e conquista o título da Copa do Mundo Feminina pela primeira vez Cameron Spencer/Getty Images

    Jonatans Cruzda CNN*

    A Espanha venceu a Inglaterra na final da Copa do Mundo Feminina, realizada no Estádio Olímpico de Sidney, na Austrália, e conquistou seu primeiro título na história da competição.

    A lateral-esquerda e capitã Olga Carmona, aos 28 minutos da etapa inicial, fez o gol que garantiu a taça ao time espanhol. Jenni Hermoso ainda perdeu um pênalti no segundo tempo, mas nada que atrapalhasse a festa das campeãs.

    A Espanha se torna o segundo país a conquistar títulos de Copa tanto no masculino quanto no feminino, depois da Alemanha.

    La Roja, privada de alguns de seus melhores talentos por um motim contra o técnico Jorge Vilda apenas alguns meses atrás e goleada por 4 a 0 para o Japão na fase de grupos, derrotou a Inglaterra para conquistar merecidamente seu primeiro título em apenas sua terceira Copa do Mundo Feminina.

    Aitana Bonmati e Teresa Abelleira comandaram o jogo no meio-campo espanhol e a margem de vitória teria sido maior se a goleira inglesa Mary Earps não tivesse defendido um pênalti no segundo tempo.

    A segunda derrota da Inglaterra em 39 partidas desde que Sarina Wiegman assumiu o cargo de treinadora negou ao time inglês a chance de somar o primeiro título mundial ao título da Eurocopa conquistada no ano passado.

    A primeira final da Copa do Mundo Feminina a não contar com os Estados Unidos ou a Alemanha começou em um ritmo bastante acelerado, com a Inglaterra quase aproveitando a vantagem na batalha de duas estreantes finalistas.

    A atacante Lauren Hemp continuou de onde parou na semifinal contra a Austrália e desviou a bola para o gol aos cinco minutos, antes de acertar um chute na trave 12 minutos depois.

    A Espanha respondeu imediatamente, com Carmona atravessando o flanco esquerdo e cruzando em direção ao gol, mas a ala Salma Paralluelo não conseguiu fazer contato e o chute de Alba Redondo foi bem defendido por Earps.

    A Espanha assumiu a liderança do placar pouco antes dos 30 minutos, depois que a Inglaterra foi dominada no meio-campo e Abelleira fez um passe para Mariona Caldentey, que deslizou a bola para Carmona. A lateral-esquerda entrou na área e disparou com um chute cruzado que passou pela ponta dos dedos de Earps.

    O gol pareceu derrubar a Inglaterra, e a Espanha levou a melhor no resto da primeira etapa, com Paralluelo acertando a trave pouco antes do intervalo.

    A Inglaterra mostrou sua adaptabilidade ao longo do torneio e Wiegman mudou de três para quatro na defesa após o intervalo, enquanto colocava Lauren James no lugar de Alessia Russo na frente.

    O jogo da Espanha, por outro lado, não mudou e elas continuaram avançando com Caldentey exigindo bela defesa de Earps com um chute da entrada da área aos 50 minutos.

    Bonmati acertou a trave com um chute de longa distância logo após uma hora de partida e, no ataque seguinte, a espanhola pediu um toque de mão de Keira Walsh.

    A marcação do pênalti pareceu uma formalidade desde o momento em que a árbitra Tori Penso foi instruída pelo VAR a revisar a imagem, mas Earps mergulhou rasteiro para a esquerda para impedir a cobrança de pênalti de Jennifer Hermoso.

    James teve um chute desviado por cima da trave pela goleira espanhola Cata Coll aos 75 minutos, mas a Espanha não se contentou em ficar na liderança e Earps teve que entrar em ação novamente para barrar Ona Batlle quando o relógio atingiu a marca dos 90 minutos.

    A Inglaterra lançou todas as 11 jogadoras para a frente em um escanteio nos acréscimos, mas Coll, jogando apenas sua quarta partida internacional, saiu com confiança para pegar a bola e garantir à Espanha o título da Copa do Mundo Feminina.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    *Com informações da Reuters

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN