Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    EUA e México entram na “briga” com o Brasil para sediar Copa do Mundo feminina

    Dupla da América do Norte vai receber Mundial masculino um ano antes, em 2026, junto com o Canadá

    Troféu da Copa do Mundo feminina
    Troféu da Copa do Mundo feminina Daniela Porcelli/Getty Images

    Da CNN

    O Brasil ganhou um forte concorrente na disputa para receber a Copa do Mundo feminina de 2027. As federações nacionais de futebol de Estados Unidos e México anunciaram uma candidatura conjunta para disputar a sede da competição.

    Vale destacar que, ao lado do Canadá, Estados Unidos e México vão receber o Mundial masculino de seleções um ano antes, em 2026.

    Um argumento forte da candidatura brasileira é que a América do Sul jamais recebeu o torneio, e que isso ajudaria a popularizar ainda mais o esporte entre mulheres no continente. Além disso, o Brasil tem a estrutura quase pronta, herança da Copa do Mundo de 2014.

    Além de Estados Unidos e México e Brasil concorre com outras duas candidaturas: uma da África do Sul e outra, conjunta, de Bélgica, Países Baixos (Holanda) e Alemanha.

    A próxima edição da Copa do Mundo feminina será disputada este ano, entre julho e agosto, na Austrália e na Nova Zelândia.