Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Federação Turca suspende todos jogos da liga após soco em árbitro

    Agressor disse que "não se lembra das ações"; árbitro foi hospitalizado.

    Emin Sansar/Anadolu/Getty Images

    Homero De La Fuenteda CNN

    A Federação Turca de Futebol adiou indefinidamente os jogos de todas as ligas do país após o violento ataque a um árbitro em um jogo da Super Liga entre o Ankaragücü e Rizespor, nesta segunda-feira (11).

    Após o empate 1 a 1,  no Estádio Eryaman, em Ancara, o presidente do clube turco Ankaragücü, Faruk Koca, correu para o campo e deu um soco no rosto do árbitro Halil Umut Meler. O juíz caiu no chão imediatamente após o golpe e foi chutado por, pelo menos, dois indivíduos. O árbitro licenciado pela FIFA acabou sendo colocado de pé com a ajuda de vários jogadores e seguranças e foi retirado do campo.

    Várias fotos e vídeos mostram Meler com o olho esquerdo inchado e usando um saco de gelo ao sair do campo cercado por seguranças com escudos. Segundo a emissora pública TRT, ele foi transportado de ambulância ao hospital.

    “Condenamos veementemente o ataque desumano e desprezível a Halil Umut Meler, o árbitro da partida com licença da FIFA, por criminosos  após o jogo da Super Liga”, afirmou a Federação Turca de Futebol (TFF) em comunicado. “Estamos acompanhando de perto o estado de saúde de Halil Umut Meler e desejamos uma rápida recuperação ao nosso valioso árbitro”, completou a nota.

    A federação anunciou que o conselho de administração concordou em adiar indefinidamente os jogos em todas as ligas e que também que foram iniciados processos criminais contra os responsáveis pelo “ataque desumano”. “O clube responsável, o presidente do clube, os seus dirigentes e todos os criminosos que atacaram Halil Umut Meler serão punidos da forma mais severa”, afirmou a federação.

    A CNN entrou em contato com a FIFA para comentar, mas não recebeu uma resposta. O ministro do Interior turco, Ali Yerlikaya, confirmou numa publicação no X, antigo Twittter, que o presidente do clube turco estava internado em hospital sob a supervisão das forças de segurança. Yerlikaya disse também que seriam realizados procedimentos de detenção para Koca após o seu tratamento e que mais dois indivíduos já haviam sido presos.

    De acordo com a CNN turca, Koca disse à uma TV local que, durante o episódio, “desmaiou” e não se lembra de suas ações. “Meu cérebro enlouqueceu, minha visão escureceu! Não me lembro do que fiz!”, disse o dirigente.

    Árbitro ficou com o olho roxo após ser atingido por soco. / Emin Sansar/Anadolu/Getty Images

     

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, condenou o ataque em um comunicado publicado no X, nesta segunda-feira (11). “Condeno o ataque ao árbitro Halil Umut Meler após o jogo e desejo-lhe uma recuperação rápida. Esporte significa paz e fraternidade. O esporte é incompatível com a violência. Nunca permitiremos que a violência ocorra nos desportos turcos”, disse Erdogan.

    O Ankaragücü, clube cujo presidente iniciou o ataque, pediu desculpas pelo incidente. “Como MKE Ankaragücü Sports Club, estamos tristes pelo incidente ocorrido esta noite. Pedimos desculpas ao público do futebol turco e a toda a comunidade esportiva pelo triste incidente ocorrido após o jogo do Çaykur Rizespor no Estádio Eryaman”, disse o clube.

    O Rizespor enviou votos de felicidades a Meler, dizendo: “Condenamos veementemente os acontecimentos indesejáveis que ocorreram após o jogo do Ankaragücü que disputámos hoje. Transmitimos nossos desejos a toda a comunidade de arbitragem, especialmente ao árbitro da partida, Halil Umut Meler, de que melhore logo.”

    Em caminho contrário, a Gecekondu, principal torcida organizada do Ankaragücü defendeu a agressão. “Erros de arbitragem, segundas intenções, violações dos nossos direitos e muito mais esgotaram a nossa paciência. Estes acontecimentos recentes também são uma indicação disso. Os únicos responsáveis ​​por estes acontecimentos recentes atingirem este nível são Federação Turca e os árbitros. Apoiamos Faruk Koca”, em post no X.

    Meler, 37, é árbitro licenciado pela FIFA desde 2017. De acordo com o médico-chefe do Hospital Acıbadem Ankara, Dr. Mehmet Yörübulut, Meler foi tratado por uma pequena fratura e sangramento ao redor do olho esquerdo e permanecerá no hospital por precaução devido ao traumatismo craniano sofrido. “Estamos felizes por não ser uma ameaça à vida”, disse Yörübulut.

    O Galatasaray, um dos principais clubes do país que atualmente compete na Liga dos Campeões da UEFA, disse estar “indescritivelmente triste” com os acontecimentos e apelou a uma revisão do que se tornou um problema crescente no país. “Esta noite é o momento de rever e pensar sobre o que o futebol turco fez por todos os seus. Não importa o que aconteceu no passado, devemos todos nos unir hoje e agir para resolver os problemas dos quais fazemos parte”, disse o Galatasaray.

    O Ankaragücü está em 11º lugar na classificação da Süper Lig da Turquia, com 18 pontos, e está três posições abaixo do Rizespor, que somou 22 pontos nesta temporada.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original