Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    4R’s do Atlético-MG divulgam carta aberta ao Conselho antes de votação da SAF

    Rubens Menin, Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador, principais membros da Galo Holding, afirmam que o propósito é "construir um clube que caminhe de forma sustentável"

    O quarteto diz entender que a SAF é o único caminho para que o Atlético-MG seja sustentável
    O quarteto diz entender que a SAF é o único caminho para que o Atlético-MG seja sustentável Divulgação/Atlético-MG

    Túlio Kaizerda Itatiaia

    Investidores do Atlético-MG e principais membros da Galo Holding, empresa que comprará 75% das ações da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube, Rubens Menin, Rafael Menin, Ricardo Guimarães e Renato Salvador, conhecidos como os 4 R’s, enviaram uma carta aberta ao Conselho Deliberativo do Galo.

    “Em primeiro lugar, nosso propósito é o de construir um Clube que caminhe de forma sustentável, sem deixar de ser cada vez mais vencedor”, dizem os 4 R’s em parte da carta.

    No documento enviado aos conselheiros, o quarteto diz entender que a SAF é o único caminho para que o Atlético-MG seja sustentável.

    “Até hoje, fizemos tudo o que esteve ao nosso alcance. Há muitos anos, ajudamos o clube, em momentos difíceis e importantes, como vocês bem sabem. Agora, temos de buscar o caminho da sustentabilidade, e a SAF é a única opção que entendemos possível para isso”.

    Os 4 R’s afirmam ainda que já erraram em tentar conduzir o clube com uma visão empresarial, mas que tudo serviu de aprendizado para a condução da SAF.

    “Somos todos atleticanos e ninguém é à prova de falhas. Já erramos no passado, em nosso entusiasmo de transmitir à torcida uma visão empresarial, que é diferente da realidade do futebol. Aprendemos com isso e continuaremos a aprender mais, a cada dia”, completaram.

    Veja a carta dos 4 R’s aos conselheiros do Atlético-MG

    Carta Aberta ao Conselho Deliberativo do Galo

    Caros Conselheiros(as), boa tarde! A proposta da SAF do Galo está na mesa para que vocês decidam sobre o nosso futuro. Entendemos que seja oportuno, nesse momento que antecede à votação, estabelecermos um compromisso, com transparência e franqueza, daquilo que desejamos fazer com o nosso Galo, obedecendo sempre princípios da ética e da boa governança.

    Em primeiro lugar, nosso propósito é o de construir um Clube que caminhe de forma sustentável, sem deixar de ser cada vez mais vencedor. Não podemos e não queremos esquecer nossa história, nossas conquistas e, muito menos, nosso orgulho de ser o maior Clube de Minas e um dos maiores do Brasil.

    Até hoje, fizemos tudo o que esteve ao nosso alcance. Há muitos anos, ajudamos o Clube, em momentos difíceis e importantes, como vocês bem sabem. Agora, temos de buscar o caminho da sustentabilidade, e a SAF é a única opção que entendemos possível para isso.

    É claro que isso não acontece do dia para a noite. Sobretudo em um país onde, rapidamente, os juros dispararam de 2% para 13,4%. As condições econômicas impactaram (e continuam a impactar) duramente a vida do Clube.

    A despeito dos obstáculos que se apresentam, contudo, é preciso continuar sonhando e realizando – temos consciência disso! Essas dificuldades não nos impediram, por exemplo, de construir a Arena MRV, que é a mais moderna e tecnológica da América Latina, e representa um exemplo concreto do futuro grandioso que desejamos construir para o Galo – ao lado de vocês.

    O sentimento é um só. Somos todos atleticanos e ninguém é à prova de falhas. Já erramos no passado, em nosso entusiasmo de transmitir à torcida uma visão empresarial, que é diferente da realidade do futebol.

    Aprendemos com isso e continuaremos a aprender mais, a cada dia. Nas palavras de Churchill: Não temos nada a oferecer senão sangue, trabalho, suor e lágrimas. Nosso desejo é que o sangue e o suor sejam dos nossos jogadores; o trabalho, dos dirigentes e funcionários; e as lágrimas, da alegria dessa inigualável Massa Atleticana.

    Rafael Menin, Renato Salvador, Ricardo Guimarães e Rubens Menin

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original