Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Atlético-MG encaminha venda de Pavón ao Grêmio; saiba valores

    Atacante Cristian Pavón deverá assinar com o Grêmio até o fim de 2026; vínculo do jogador com o Galo termina em junho de 2025

    Pavón está no Atlético desde 2022 e está próximo de ser negociado com o Grêmio
    Pavón está no Atlético desde 2022 e está próximo de ser negociado com o Grêmio Pedro Souza / Atlético

    Pedro LeiteCláudio Rezendeda Itatiaia

    O Atlético encaminhou a venda do atacante Cristian Pavón ao Grêmio. Segundo apurou a Itatiaia, a transferência gira em torno de 4 milhões de dólares, cerca de R$ 19,89 milhões na cotação atual. O Galo detém 90% dos direitos econômicos do jogador, enquanto o restante pertence ao próprio atleta.

    Embora o martelo ainda não tenha sido batido, a tendência de momento é que o negócio seja concretizado. Ainda segundo apurou a reportagem, o valor citado se refere apenas ao que o clube mineiro irá receber.

    Pavón, que tem contrato com o Atlético até junho de 2025, assinaria com o clube gaúcho até o fim de 2026. 

    Desde o início das conversas, o Atlético deixou claro que só aceitaria negociar o atacante em definitivo, não tendo o interesse em outro tipo de negócio. Pavón chegaria ao Grêmio como uma opção para suprir a ausência de Yeferson Soteldo, que lesionou o músculo adutor longo da perna direita e ficará afastado dos gramados por cerca de dois meses.

    As informações iniciais do negócio foram divulgadas pelo canal Bica Galo e confirmada pela Itatiaia, que avançou sobre os valores da transferência.

    Pavón no Atlético

    Pavón foi contratado pelo Atlético em 2022, após o fim do contrato com o Boca Juniors. Pelo Galo, o atacante disputou 72 jogos e marcou cinco gols. Ele distribuiu 11 assistências na últimas temporada e foi o líder do elenco no quesito.

    Em 2024, o argentino ainda não foi titular e foi acionado apenas saindo do banco de reservas. Ele é a principal opção de velocidade pelos lados do campo do ataque alvinegro.

    Por ter chegado ao Atlético após o fim do vínculo com o Boca Juniors, o clube mineiro não precisou pagar nenhuma quantia aos argentinos pela transferência.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas