Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Everson cobra Conmebol após racismo no Paraguai: “Vou buscar meus direitos”

    Torcedor do Libertad imitou um macaco para ofender goleiro atleticano

    Everson em ação na partida contra o Libertad-PAR
    Everson em ação na partida contra o Libertad-PAR Foto: Pedro Souza / Atlético

    Túlio Kaizer, Henrique Andréda Itatiaia

    O goleiro Everson, do Atlético-MG, foi alvo de racismo após o empate por 1 a 1 com o Libertad, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.

    A assessoria de imprensa do Galo flagrou um torcedor da equipe paraguaia imitando um macaco para ofender o jogador atleticano.

    “Hoje, acho eu, por conta de ter feito uma boa partida, de ter sido uma peça fundamental, no final do jogo eu fui o atleta que eles mais xingaram e cometeram ato de racismo”, disse Everson.

    Todos somos de carne e osso, todos temos nossa etnia, mas ainda acho que falta um pouco de compaixão dos nossos amigos sul-americanos. Acontece no Paraguai, acontece no Chile, acontece na Argentina. Infelizmente, acontece em todos os países sul-americanos

    Everson, goleiro do Atlético-MG

    Após sofrer mais uma vez com racismo, o goleiro do Atlético cobrou a Conmebol.

    Goleiro cobra punição

    Everson disse que medidas drásticas precisam ser tomadas para que os casos sejam extintos nas competições da entidade.

    “Cabe a nós buscarmos nossos direitos. Daqui a pouco vai ser só mais uma nota da Conmebol, mas a gente tem que procurar se manter firme, trabalhando, com a esperança de que um dia isso pode mudar. Mas se não tiver medidas mais drásticas, isso não vai mudar”, completou.

    Everson garantiu que vai lutar por seus direitos para não sofrer mais com racismo em campo. “A gente precisa de um pouco de compaixão dos próximos para viver sem isso. A gente sabe que, infelizmente, não vai acontecer. Se depender de mim, vou buscar meus direitos para que isso não volte a acontecer comigo”, concluiu.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original