Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Milito vai desfalcar o Atlético-MG na estreia da Libertadores; saiba motivo

    Atlético-MG vai estrear na competição em 4 de abril, uma quinta-feira, contra o Caracas, na Venezuela

    Gabriel Milito, técnico do Atlético
    Gabriel Milito, técnico do Atlético Pedro Souza/Atletico

    Guilherme AbrahãoMarcel RizzoMatheus Muratorida Itatiaia

    Novo técnico do Atlético-MG, o argentino Gabriel Milito será desfalque na estreia da equipe na Copa Libertadores. O Galo vai debutar no torneio em 4 de abril, uma quinta-feira, às 19h, contra o Caracas, no Estádio Olímpico da UCV, na capital da Venezuela, pela primeira rodada do Grupo G.

    O motivo é uma suspensão de quando o treinador ainda dirigia o Argentinos Juniors, da Argentina. Em 8 de agosto de 2023, na derrota por 2 a 0 para o Fluminense, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela volta das oitavas de final, Gaby Milito foi expulso aos 44 minutos do segundo tempo após uma confusão entre as comissões técnicas. Com o resultado, o time argentino foi eliminado.

    Diante disso, o Atlético deve ser comandado pelo também argentino Leandro Ávila, um dos auxiliares técnicos de Milito, na estreia da Libertadores contra o Caracas. Segundo boletim de sanções da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), obtido pela Itatiaia, Milito cumprirá um jogo de suspensão.

    Com isso, para a segunda rodada da fase de grupos da Libertadores, o “Marechal” estará disponível. Em 10 de abril, uma quarta-feira, às 19h, o Galo receberá o Rosario Central, da Argentina, na Arena MRV, em Belo Horizonte.

    Antes, a estreia como atleticano

    Anunciado nesse domingo (24) como novo treinador atleticano, Milito vai estrear no comando técnico do Galo no sábado (30). Às 16h30, o Atlético-MG enfrentará o Cruzeiro em casa, na Arena MRV, pela ida da final do Campeonato Mineiro.

    Milito. que estava sem clube desde a saída do Argentinos Juniors, em agosto de 2023, assinou contrato válido com o Atlético até o fim de 2025. Ele substituiu Luiz Felipe Scolari, o Felipão, demitido na última quarta-feira (20).

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original