Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Paulinho e Hulk marcam, Atlético-MG vence América e fica perto da final do Mineiro

    Equipes voltam a se enfrentar no próximo fim de semana, no Independência, pela partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro

    ATLÉTICO X AMÉRICA-MG 09.03.2024 CAMPEONATO MINEIRO
    ATLÉTICO X AMÉRICA-MG 09.03.2024 CAMPEONATO MINEIRO Foto: Pedro Souza / Atlético

    Henrique AndréPedro Leiteda Itatiaia Belo Horizonte

    O Atlético-MG venceu o América por 2 a 0, neste sábado (9), e encaminhou classificação à decisão do Campeonato Mineiro. O confronto de ida semifinal foi realizado na Arena MRV, em Belo Horizonte.

    Os gols do clássico foram marcados pelos atacantes Paulinho, que desencantou em 2024, e Hulk, que atingiu a marca de 100 bolas na rede com a camisa do Galo.

    As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo fim de semana. A data do confronto, porém, ainda não foi definida pela detentora dos direitos de transmissão do Estadual. Como mandante, mas agora sem a vantagem, o Alviverde terá que vencer o rival no Independência, em Belo Horizonte, para avançar.

    O América tem a vantagem do empate no placar agregado por ter feito melhor campanha em relação ao Atlético na primeira fase do Mineiro. Com isso, o Coelho precisará de uma vitória de, no mínimo, dois gols de diferença para se classificar à decisão.

    O clube alviverde terminou a fase de grupos como líder da chave C, com 18 pontos. Já o Galo foi o primeiro do Grupo B, com 14 pontos.

    O jogo

    Felipão no ‘feijão com arroz’

    Para quem esperava por surpresas na escalação do Atlético, o técnico Felipão jogou ducha de água fria. Ele manteve o time base e ficou no “feijão com arroz”.

    América com baixa importante

    Antes de a bola rolar na Arena MRV, a Itatiaia trouxe baixa importante no Coelho. O zagueiro Ricardo Silva ficou fora, por lesão. Para a vaga, o técnico Cauan de Almeida optou pela entrada de Júlio.

    Homenagem às mulheres

    Mandante no duelo deste fim de semana, o Galo fez homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Além de patch especial na camisa, os jogadores também estamparam às costas nomes de torcedoras-símbolo do clube.

    Primeiro tempo movimentado

    Os primeiros 45 minutos de bola rolando na Arena MRV foram bem movimentados. Precisando inverter a vantagem, já que o América teve melhor campanha na fase inicial, o Galo partiu para cima e criou grandes oportunidades.

    Prata da casa, o atacante Alisson, duas vezes, quase abriu o placar, levantando a torcida nas cadeiras do estádio. As 28, sozinho, ele não calibrou o pé e acabou chutando para fora; ali, a melhor oportunidade do jogo.

    Impedido!

    Aos 35 minutos, Saravia fez grande jogada individual e achou Paulinho livre. O camisa 10 deu alguns passos com a bola e estufou a rede. Contudo, a arbitragem anotou o impedimento.

    América assusta três vezes

    Mais recuado, o Coelho decidiu se jogar ao ataque e quase conseguiu calar a Arena em três oportunidades. Na primeira delas, Renato Marques fez grande lance, aproveitando corta-luz de Moisés. O chute, porém, foi para fora.

    Um minuto depois, Matheusinho arriscou de fora da aréa. A bola passou raspando o travessão atleticano. Porém, foi aos 41 que o meia-atacante do Alviverde desperdiçou a melhor oportunidade da partida. Livre na pequena área, ele recebeu passe de Renato Marques e, mesmo com o gol escancarado, isolou.

    Castigo e gol do Galo

    Aos 44, quem não desperdiçou foi Paulinho. No momento em que o torcedor já pegava no pé do técnico Luiz Felipe Scolari, pedindo a entrada de Rubens, o “Rei da Arena”, que ainda não havia marcado em 2024, deixou o dele. Ele aproveitou cruzamento vindo do lado direito e só teve o trabalho de balançar a rede.

    Segundo tempo

    Quase amplia no início

    Aos 10 minutos do segundo tempo, quando o América começava a assustar, o zagueiro Jemerson quase fez o segundo. De cabeça, defensor obrigou o goleiro do Coelho a fazer defesa excepcional.

    Gol 100!

    Aos 25 minutos, o Atlético ampliou a vantagem. O lateral-esquerdo Guilherme Arana fez grande troca de passes com o meia Rubens e encontrou Hulk na área.

    O atacante pisou para o defensor, que finalizou prensado. Após bate rebate, a bola sobrou para o camisa 7 alvinegro, que finalizou rasteiro, de direita, para marcar seu gol de número 100 pelo Galo.

    Atlético-MG 2 x 0 América

    Atlético-MG

    Everson, Saravia, Bruno Fuchs, Jemerson e Arana; Battaglia, Igor Gomes (Rubens), Gustavo Scarpa e Alisson (Alan Franco); Paulinho (Cadu) e Hulk (Vargas).

    Técnico: Felipão.

    América

    Dalberson; Mateus Henrique, Éder, (Pedro Barcelos) Júlio e Marlon; Alê, Juninho e Moisés (Rodriguinho); Fabinho (Vítor Jacaré), Matheusinho (Benítez) e Renato Marques (Varanda).

    Técnico: Cauan de Almeida.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original