Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Decisivo, atacante do Corinthians achou que ia perder a temporada; veja

    Giovane ficou fora dos gramados por mais de dois meses devido a uma lesão na coxa esquerda

    Giovane comemora gol na vitória do Corinthians diante do Vasco em São Januário
    Giovane comemora gol na vitória do Corinthians diante do Vasco em São Januário Rodrigo Coca/Corinthians

    Edison Filhoda CNN

    Aos 36 minutos do segundo tempo, Giovane entrou em campo no lugar de Romero. O placar estava 3 a 2 para o Corinthians, e o Vasco pressionava em busca do empate.

    Em pouco mais de dez minutos em campo, Giovane, jovem de 20 anos, cria da base corintiana, fez a torcida respirar aliviada. Foi dele o quarto gol que decretou a vitória alvinegra em São Januário.

    “Fazer o meu primeiro gol com a camisa do Corinthians nessa atmosfera, num jogo como esse, é muito gostoso. A gente vive o Corinthians desde a base. Não tem sensação melhor”, disse a joia do Corinthians ao canal do clube.

    Giovane não entrava em campo desde agosto, quando se lesionou em uma partida contra o Cruzeiro. Ele sofreu uma ruptura do tendão anterior da coxa esquerda no segundo tempo do empate do Timão diante da Raposa, no Mineirão. Era o primeiro jogo do returno do Campeonato Brasileiro, e o atacante achou que a temporada estava perdida.

    “Agradeço à fisioterapia. Foi um processo muito doloroso, acabei ficando dois meses fora, achei que não ia voltar a tempo de jogar nesta temporada. Se não fosse o departamento médico não teria voltado”.

    Respirando aliviado após a vitória fora de casa, o Corinthians agora tem pela frente duas partidas para selar a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O Timão encara o Inter, no próximo sábado (2), em Porto Alegre, e encerra a participação no Nacional contra o Coritiba, na capital paranaense.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas