Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Cruzeiro joga mal novamente, perde para o Goiás e é vaiado no Independência

    Esmeraldino consegue sair do Z4 com a vitória fora de casa

    Jogadores do Goiás comemoram o gol de João Magno sobre o Cruzeiro
    Jogadores do Goiás comemoram o gol de João Magno sobre o Cruzeiro PAULO TI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Guilherme Piuda Itatiaia

    O Cruzeiro voltou a jogar mal e perdeu para o Goiás, por 1 a 0, neste domingo (23), no estádio Independência, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da partida foi marcado pelo atacante João Magno, ainda no primeiro tempo. Sem vencer mais uma vez como mandante, a equipe deixou o gramado sob vaias e gritos de protesto.

    Foi o segundo tropeço seguido do time celeste em casa. Na rodada passada, a equipe de Pepa apenas empatou com o Coritiba, que, assim com o Goiás, luta contra o rebaixamento.

    A derrota cruzeirense aconteceu sob os olhares de Matheus Pereira, meia-atacante que será anunciado em breve como reforço do Cruzeiro. Ele estava em um dos camarotes do Independência. O jogador será a principal contratação da “Era Ronaldo”.

    Pereira chegará emprestado pelo Al-Hilal. O clube da Arábia Saudita comprou o jogador por mais de R$ 90 milhões junto ao West Bromwich, da Inglaterra.

    O jogo

    Como tem sido comum, o Cruzeiro apresentou dificuldades para jogar contra um adversário com esquema tático mais defensivo. Bem fechado na defesa, o Goiás aproveitava os erros do time de Pepa para avançar ao ataque.

    O Cruzeiro até tinha mais a posse de bola, mas o time celeste não conseguia construir chances claras de gol. Aí, quem aproveitou a bobeira celeste foi o Goiás, que abriu o placar com o gol do “gigante” João Magno, de cabeça, ainda no primeiro tempo.

    No segundo tempo, praticamente nada mudou. O Cruzeiro seguia buscando o ataque de forma desorganizada e parava na forte marcação do Goiás. Sem tranquilidade e mostrando afobação, o time de Pepa sofria dentro e fora do gramado.

    Se em campo quase nada funcionava, fora dele a torcida perdia impaciência. Em momentos de substituição ou bola parada, as vaias da arquibancada eram inevitáveis.

    Jogou “com um pé só”

    O zagueiro Lucas Oliveira se machucou no fim do primeiro tempo. O jogador ficou em campo por mais de oito minutos sentindo dor, praticamente se firmando na perna esquerda, já que sentia dores no pé direito.

    Mesmo assim, o técnico Pepa não fez a substituição ainda com a bola rolando na primeira etapa, deixando para mudar no intervalo.

    Sendo assim, com o apito final, Jussa foi jogar como zagueiro, enquanto Wallisson entrou na vaga do machucado Oliveira.

    Vaias para o Cruzeiro

    Ao fim do primeiro tempo, o torcedor do Cruzeiro não poupou a voz no Independência. Na saída dos jogadores para o intervalo, o som das vaias foi estridente pelo futebol ruim apresentado nos 45 minutos iniciais.

    O meia-atacante Matheus Pereira, que será anunciado em breve como reforço do Cruzeiro, compareceu ao Independência para acompanhar o jogo contra o Goiás. O jogador ficou em um dos camarotes e teve a companhia, dentre outras pessoas, de Eduardo Maluf, seu empresário.

    Ovacionado pela torcida

    Assim que percebeu a presença de Matheus Pereira no Independência, a torcida do Cruzeiro começou a gritar alto o nome do jogador. Há uma expectativa muito grande dos cruzeirenses pelo anúncio oficial da contratação do meia-atacante, que é brasileiro, mas jogará pela primeira vez profissionalmente em um clube do Brasil.

    Ele começou no Sporting-POR, se destacou no West Bromwich-ING, e estava no Al Hilal, da Arábia Saudita.

    Homenagem justa a Palhinha

    Antes de a bola rolar para Cruzeiro x Goiás, o ex-atacante Palhinha recebeu mais uma homenagem do clube celeste. Além do tradicional um minuto de silêncio, a foto do eterno ídolo, que faleceu no dia 17 de julho, foi exibida no telão do Independência. Nesse momento, a torcida gritou o nome do ex-jogador.

    Um patch na camisa dos jogadores também prestava homenagens a um dos grandes atacantes da história cruzeirense.

    Cruzeiro 0 x 1 Goiás

    Cruzeiro: Rafael Cabral; William, Oliveira (Wallisson), Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa (Neto Moura), Machado e Mateus Vital (Stênio); Wesley (Paulo Vitor), Bruno Rodrigues e Gilberto (Henrique Dourado). Técnico: Pepa.

    Goiás: Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Sidimar e Sander; Willian Oliveira, Morelli e Guilherme Marques (Higor Meritão); Anderson Oliveira (Allano), João Magno (Diego Gonçalves) e Vinicius (Hugo). Técnico: Armando Evangelista.

    Gol: João Magno, aos 27’1ºT.

    Cartões amarelos: Luciano Castán e Gilberto (Cruzeiro); Sander, Willian Oliveira, Allano e João Magno (Goiás).

    Público: 21.688.

    Renda: R$ 922.091,50

    Motivo: 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

    Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)

    Data e horário: 23 de junho de 2023 (domingo), às 16h

    Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).

    Assistentes: Luanderson Lima dos Santos (BA) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP).

    VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original