Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ex-atacante da Seleção Italiana revela depressão e vícios: “Autodestruição”

    Último clube que Daniel Osvaldo defendeu foi o Banfiel, da Argentina, em 2020

    Daniel Osvaldo (de óculos) revelou sofrer de depressão
    Daniel Osvaldo (de óculos) revelou sofrer de depressão @daniosvaldobv

    Da CNN

    Com passagens por grandes clubes europeus e sul-americanos, o atacante argentino naturalizado italiano Daniel Osvaldo, de 38 anos, foi às redes sociais revelar que sofre de depressão, o que o levou a vícios como álcool e drogas.

    “Estou fazendo esse vídeo para esclarecer algumas coisas e fazer algumas confissões sobre a minha vida. É difícil para mim fazer esse vídeo, pois nunca fiz algo assim. Mas acho que chegou o momento, porque estou bastante desesperado e não estou passando bem para nada. Não sei se será um pedido de ajuda ou tenho necessidade de falar, pois faz muito tempo que venho vivendo uma depressão muito grande. Essa depressão me fez cair em alguns vícios, como álcool e drogas. E a verdade é que estou em um momento no qual minha vida está escapando das mãos”, disse o jogador.

    Daniel Osvaldo começou no Huracán, da Argentina, pelo qual estreou nos profissionais em 2005 e logo se transferiu ao futebol italiano, defendendo em sequência Atalanta Lecce, Fiorentina e Bologna. O atacante chegou ao Espanyol, de Barcelona, na Espanha, durante a temporada 2009/10 e permaneceu por lá até ir para a Roma, na temporada 2011/12.

    “Gostaria de compartilhar que estou em tratamento com um psiquiatra, tomando medicamentos. Tenho uma doença muito específica. Me falta autoestima, depressão, muitas vezes volto a cair nos vícios de novo. E caio na autodestruição. E isso destrói as pessoas que estão ao meu redor. Praticamente moro sozinho, trancado em casa. Não saio para lugar nenhum, não faço nada produtivo na minha vida. Não me animo nem de sair da cama, nem de ir ao banheiro mais. Quero contar isso porque a única maneira de sair disso é compartilhar o que estou vivendo”, continuou.

    No começo de 2012/13, passou pelo Southampton, da Inglaterra, e logo voltou à Itália para breves passagens por Juventus e Inter de Milão. Em 2015, retornou à Argentina para defender o Boca Juniors. Depois, vestiu a camisa do Porto e de novo do Boca. Parou entre 2016 e 2020, quando fez dois jogos pelo Banfield, da Argentina.

     

    “Não entendo como cheguei até aqui, mas pode acontecer com qualquer um. Não tenho emprego estável, gastei praticamente todas as minhas economias. Porque como não tenho renda, o dinheiro não dura para sempre. Mas isso é o de menos porque nunca me interessei por dinheiro. Nasci pobre e posso morrer pobre. Isso não me importa, mas o que mais me dói é que estou empobrecendo de alma”, assegurou.

    No vídeo, Daniel Osvaldo pede desculpas à jornalista e ex-mulher, Daniela Ballester, e à família da ex-esposa. Sinaliza que as atitudes dele acabaram atingindo outras pessoas.

    “Não quero me mostrar como vítima, quero contar para que entendam que as coisas não estão bem. Peço desculpas para Daniela e a família dela, fiz com que sofressem com minhas escolhas. Tomei decisões que não me fizeram bem. No passado, fui um jogador de elite e uma pessoa completamente diferente. Cheio de segurança e confiança. E hoje sou uma pessoa que não reconheço. E estou com dificuldades para sair dessa. Quero dizer isso porque alguns de vocês estão passando pela mesma coisa ou têm familiares que passam pelo mesmo”, contou.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas