Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Goleiro que brigou após sofrer ofensas racistas é punido na Espanha

    Cheikh Kane Sarr, do Rayo Majadahonda, sofreu ofensas racistas durante partida no sábado (30)

    Cheikh Kane Sarr é suspenso após brigar com torcedores racistas
    Cheikh Kane Sarr é suspenso após brigar com torcedores racistas Reprodução

    Leonardo Parrelada Itatiaia

    O goleiro Cheikh Kane Sarr, do Rayo Majadahonda, foi suspenso por dois jogos. O jogador sofreu insultos racistas durante jogo da Terceira Divisão do Campeonato Espanhol, no último sábado (30), e partiu para briga com os agressores. O atleta foi expulso e os jogadores da equipe não voltaram a campo após a confusão.

    O Tribunal Desportivo da Espanha, além de punir Sarr, decreteu derrota do Majadahonda diante do Sestao River por WO. O goleiro foi punido por “pequena infração em atitude antidesportiva”. O clube pagará multa de 3 mil euros (cerca de R$16 mil).

    O Sestao, equipe mandante, jogará com portões fechados nas próximas duas partidas. O clube foi punido com multa de 6 mil euros (cerca de R$33 mil).

    brasileiro Vinícius Júnior, do Real Madrid-ESP, prestou solidariedade ao goleiro, ainda no sábado. Além de Sarr, o fim de semana foi marcado por outro caso de racismo.

    Marcos Acuña e Quique Flores, ambos do Sevilla-ESP, sofreram insultos da torcida do Getafe, pelo Campeonato Espanhol. Acuña foi chamado de macaco, e Quique Flores de cigano.

    Relembre o caso

    O goleiro, ao sofrer os insultos, partiu para a briga com os agressores. Os companheiros de equipe de Sarr tentaram apartar a briga, mas ela tomou proporções maiores. Sarr acabou expulso do jogo por ter ido para cima de quem o insultou.

    Em solidariedade ao goleiro, a equipe do Rayo foi para os vestiários e não retornou para o campo de jogo. A partida foi suspensa pelo árbitro.

    Nas redes sociais, o Rayo Majadahonda prestou solidariedade ao jogador.

    “Nossa equipe não sairá (dos vestiários) novamente para reiniciar a partida, após receber insultos racistas inadmissíveis ao nosso jogador. Condenamos todos os tipos de insultos racistas no esporte.”, disse o clube em postagem feita no X.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original