Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Com time alternativo, Cruzeiro estreia com empate na Sul-Americana

    Raposa não saiu do 0 a 0 contra a Universidad Católica-EQU

    Universidad Católica e Cruzeiro em campo pela 1ª rodada da fase de grupos da Sul-Americana
    Universidad Católica e Cruzeiro em campo pela 1ª rodada da fase de grupos da Sul-Americana Gustavo Aleixo/Cruzeiro

    Ana Cristina Schwambachda CNNGuilherme Piuda Itatiaia

    Universidad Católica-EQU e Cruzeiro empataram em 0 a 0 nesta quinta-feira (4) pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. No estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, a Raposa levou a campo time alternativo, pensando na final do Campeonato Mineiro no fim de semana.

    Com o resultado, a equipe Celeste soma apenas um ponto e termina a primeira rodada na segunda posição do Grupo B. O Unión La Calera lidera o grupo depois de vencer o Alianza Petrolera por 1 a 0.

    Agora o Cruzeiro vira a chave para a final do Campeonato Mineiro. A Raposa encara o Atlético-MG, no Mineirão, no domingo (7), pelo jogo de volta da decisão. Na ida, as equipes empataram em 2 a 2 e uma nova igualdade no jogo da volta dá o título ao Cruzeiro, que tem a vantagem do empate. Pela Sul-Americana, a equipe de Nicolás Larcamón volta a campo na próxima quinta-feira, dia 11 de abril, contra o Alianza Petrolera, da Colômbia.

    Primeiro tempo

    O Cruzeiro começou o jogo em cima da Universidad Católica-EQU, com mais posse de bola e mais organizado. Apesar disso, o time celeste não conseguiu transformar sua superioridade em chances claras de gol.

    A partir dos 20 minutos, o ritmo do Cruzeiro caiu. Com isso, a Católica passou a gostar mais do jogo. O time da casa teve as melhores oportunidades, com Ismael Díaz, duas vezes, e Minda, que acertou a trave.

    Segundo tempo

    Com o time muito mexido, o Cruzeiro teve dificuldades no Equador. No início da etapa final, a equipe do técnico Nicolás Larcamón levou um grande susto. Aos 3 minutos, Machado saiu jogando errado. Cifuente, do Católica, recebeu passe na entrada da área, ajeitou o corpo e mandou um chute forte. A bola acertou o travessão do goleiro Rafael Cabral.

    O Cruzeiro até tentou aumentar o seu ritmo no segundo tempo com algumas mudanças, mas sem sucesso.

    Um detalhe negativo foi a saída do atacante Rafael Elias, aos 26 minutos do segundo tempo. O jogador recebeu um carrinho forte de Martínez, reclamou de dor em um dos tornozelos, e saiu de campo.

    Lesionado?

    Aos 36 minutos do segundo tempo, o zagueiro Zé Ivaldo foi substituído. O jogador demonstrou ter sentido algum problema muscular. Dessa forma, o defensor vira dúvida para o clássico com o Atlético, neste domingo (7).

    Campo neutro

    Universidad Católica (EQU) e Cruzeiro jogaram em um estádio muito vazio. Com capacidade superior a 35 mil torcedores, o Olímpico Atahualpa tinha mais espaços vagos do que ocupados.

    A expectativa de público era baixa antes mesmo do jogo, como já adiantava o jornalista equatoriano Roberto Kimbita.

    “Não são tantos torcedores assim da (Universidad) Católica, né? O máximo é de estar umas cem pessoas. A Universidade Católica não tem muitos torcedores, é um clube mais familiar, é uma equipe de empresários. Devemos ter entre cem e duzentas pessoas aqui no Olímpico Atahualpa”, revelou, em entrevista à Itatiaia, um dia antes da partida.

    UNIVERSIDAD CATÓLICA-EQU 0 X 0 CRUZEIRO

    Universidad Católica-EQU

    Rafael Romo; Gregori Minda, Gustavo Vallecilla, Fausto Grillo e Layan Requelme; Kevin Minda, Facundo Martínez (Mauro Diaz) e Luciano Nieto; Kevin Quevedo (Aron Rodríguez), Ismael Díaz e John Cifuente (Fajardo). Técnico: Jorge Célico.

    Cruzeiro

    Rafael Cabral; William, Zé Ivaldo (João Marcelo), Neris e Villalba; Ramiro (Lucas Romero), Machado, Cifuentes e Vital (Matheus Pereira); Barreal (Marlon) e Rafael Papagaio (Rafa Silva). Técnico: Nicolás Larcamón.

    Motivo: Primeira rodada do Grupo B da Copa Sul-Americana
    Local: Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador
    Data e horário: 04 de abril de 2024, às 21h (de Brasília)
    Árbitro: Ángel Arteaga (VEN)
    Árbitro de vídeo (VAR): Juan López (PAR)
    Cartão amarelo: Facundo Martínez (UNV); Zé Ivaldo (CRU)

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original