Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Maradona: profissionais de saúde serão julgados pela morte do craque argentino

    Oito réus podem enfrentar penas de prisão que variam de oito a 25 anos por "homicídio por negligência"

    Diego Maradona comemora após partida da Argentina contra Coreia do Sul na Copa do Mundo de 2010
    Diego Maradona comemora após partida da Argentina contra Coreia do Sul na Copa do Mundo de 2010 Foto: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo (17.jun.2010)

    Janina Nuno Riosda Reuters Cidade do México

    Oito profissionais de saúde serão julgados pela morte de Diego Maradona após serem acusados ​​de “homicídio por negligência”, informou a mídia argentina nesta quarta-feira.

    O craque argentino, que levou sua seleção ao segundo título da Copa do Mundo em 1986, morreu aos 60 anos, em novembro de 2020, de insuficiência cardíaca. Ele tinha passado por uma cirurgia no cérebro dias antes.

    Um tribunal em San Isidro, cidade nos arredores de Buenos Aires, rejeitou os recursos da defesa por uma pena menor e manteve a acusação dos promotores por “trabalho imprudente e ineficiente” no tratamento do ex-jogador do Boca Juniors e do Napoli, segundo o canal de TV TN.

    É improvável que o processo comece ainda em 2023 e os réus podem enfrentar penas de prisão que variam de oito a 25 anos, segundo os relatórios.