Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Michael conta caso inusitado entre Jorge Jesus e Neymar: “Ensinar o padre a rezar missa”

    Jogador do Al Hilal foi o convidado do Domingol com Benja

    Da CNN

    No Al Hilal, da Arábia Saudita, desde janeiro de 2022, Michael foi o convidado do Domingol com Benja desta semana. O atacante é companheiro de Neymar e treinado por Jorge Jesus pela segunda vez na carreira. Durante o programa, o atleta contou uma história divertida entre os dois.

    “O mister às vezes sai da casinha, ele é muito engraçado, tem horas que ele brinca e não parece o mesmo cara que dá dura na gente. Neymar tinha perdido um pênalti antes e Jesus falou: “Ney, eu vou te ensinar a marcar um penal”. Neymar fez o pênalti e falou: “Quer ensinar o padre a rezar a missa? Só vou perder pênalti quando eu quiser”, tudo na brincadeira, na resenha. Quem estava ao lado ria muito”, contou.

    O jogador fez elogios aos dois personagens.

    “Ttive oportunidade, louvo a Deus por ela, de conhecer o Ney e trabalhar com ele. Todas as vezes que ele vem treinar com a gente, sempre foi trabalhador, nunca vi reclamar de nada. Foi muito fácil lidar com ele, pela energia, pelo astral, pela pessoa que ele é, foi muito tranquilo. Nunca o vi desmerecer ninguém, com o tamanho que ele é, nunca vi faltar respeito com ngm, nem contestar nada. Sempre trabalhou, focado, e dando conselho em campo”, afirmou.

    Michael e Jorge Jesus já haviam trabalhado juntos no Flamengo em 2019, quando a equipe venceu o Campeonato Carioca, Brasileirão e Libertadores. O atleta foi uma das revelações do futebol brasileiro naquele ano.

    “Jorge Jesus é um cara maravilhoso. Não só como treinador, mas como ser humano é incrível. Sempre quer ganhar. Ele dá essa motivação de sempre querer ganhar. É como pai, amigo, irmão. Ele sabe dividir essa relação. Uma hora o Jorge pessoa, com experiência de vida, e o Jorge treinador, que ajuda a equipe e trabalhar”, completou.

    Na temporada 2023/2024, Michael tem 37 jogos, oito gols marcados e cinco assistências. O Al-Hilal conquistou o recorde mundial de vitórias consecutivas, que era de 27, e tem 29 triunfos até aqui.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas