Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Técnico italiano exalta Ronaldo mas cutuca: “era festa toda noite”

    Fabio Capello afirmou que Ronaldo Fenômeno foi o melhor que treinou; os dois trabalharam juntos no Real Madrid

    Pedro Leiteda Itatiaia

    Considerado um dos maiores técnicos da história, o italiano Fabio Capello rasgou elogios a Ronaldo Nazário. Em entrevista nesta quarta-feira (19) para o canal de ‘Rio Ferdinand’, o ex-comandante afirmou que o Fenômeno foi o melhor que já treinou. Porém, ele disse que o brasileiro não era uma boa influência como “líder”, pela vida de “festas” extracampo.

    “Para mim, ele foi o melhor jogador que treinei na vida, o Ronaldo Fenômeno. O número um. Mas eu tive que sacar ele, porque ele era um líder ruim. Toda noite era festa, festa, festa. Ele tinha 94 quilos, e quando eu cheguei, perguntei: ‘Quanto você pesava quando ganhou a Copa do Mundo no Japão?’. E ele: ‘82’. Mas um jogador incrível”, disse Capello.

     

    “Na minha carreira, meu ranking da história é: Pelé, que joguei uma vez contra. Maradona e Messi. Ronaldo logo atrás, por pouco. O brasileiro, não o Cristiano Ronaldo. Ele fez gols, mas esses jogadores que eu disse tinham uma imaginação extra. Eles faziam coisas que você não poderia imaginar. E eles faziam (sempre)”, finalizou. Aos 78 anos, o técnico passou pelo comando do Real Madrid entre 1996 e 1997 e entre 2006 e 2007. Ele chegou a trabalhar com Ronaldo durante os últimos anos do Fenômeno na Espanha. Capello conquistou a La Liga em duas oportunidades, uma em cada passagem.

     

    Além do clube espanhol, o técnico já comandou Milan, Roma, Juventus e as seleções inglesa e russa. Na Itália, Capello venceu premiações de melhor treinador do país cinco vezes. Por lá, ele tem 13 títulos, além do Campeonato Italiano da temporada 2005/06, revogado após a descoberta de escândalos de manipulação de resultados.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original