Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Gol de Endrick com comemoração de “Kong” atinge bônus milionário para Palmeiras

    Atacante alcança meta pela quarta vez e dá mais 2,5 milhões de euros (R$ 13,7 milhões) com cláusula prevista em venda para o Real Madrid

    Endrick comemora gol do Palmeiras no estilo King Kong
    Endrick comemora gol do Palmeiras no estilo King Kong Cesar Greco / Palmeiras

    Brenno Costada Itatiaia

    O gol marcado por Endrick na vitória de 5 a 0 sobre o Liverpool-URU, nesta quinta-feira (9), pela Copa Libertadores, não ficará apenas marcado pela comemoração ao estilo King Kong.

    O faro de artilheiro do atacante também rendeu ao Alviverde um novo bônus milionário ao ativar, pela quarta vez, uma cláusula assinada na venda do jogador para o Real Madrid. Agora, ele está perto de atingir o limite de bonificações previstas antes de rumar para a Espanha.

    No Estádio Centenario, em Montevidéu, no Uruguai, Endrick completou mais um “bloco” de cinco gols. Com isso, o clube receberá mais 2,5 milhões de euros (R$ 13,7 milhões) do time espanhol. No total, já são 10 milhões de euros (R$ 51,4 milhões).

    Quando negociou a joia com os espanhóis, o Palmeiras acertou algumas metas, que ativariam bônus milionários. Uma delas é, justamente, que o atacante, a cada cinco vezes que balançasse as redes pelo Verdão ou pela Seleção Brasileira principal, daria 2,5 milhões de euros para o clube que o revelou.

    Desde então, Endrick fez 22 gols — somando ao marcado em cima do Liverpool-URU. Foram 18 pelo Palmeiras e dois pela Seleção Brasileira. Além disso, outros dois foram no Pré-Olímpico no início deste ano. Só que eles não fazem parte do acordo.

    Com isso, o atacante só chegou a 20 nesta quinta-feira, no recorte previsto pela cláusula.

    Entenda o teto de bônus

    O acordo por gols tem um limite e se encerra quando Endrick balançar as redes 25 vezes. A cláusula, vale ressaltar, também está junta a outras, que prevêem um teto de bonificação.

    Ao ser convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira, quando ainda era comandada por Fernando Diniz, Endrick atingiu uma segunda meta prevista no contrato com o Real Madrid, gerando mais 1,25 milhão de euros.

    No total, somando o acordo por gols, portanto, o camisa 9 do Alviverde já chegou a 11,25 milhões de euros (R$ 62,2 milhões) só em premiações e se aproxima de um teto.

    Agora, Endrick só poderá dar ao Palmeiras mais 1,25 milhão de euros (R$ 6,9 milhões).

    Esse montante final pode ser atingido apenas com mais cinco gols marcados ou um jogo como titular pela Seleção Brasileira principal, que pode acontecer nos próximos dois amistosos previstos para junho ou na Copa América.

    Em julho, o jogador se transfere para o Real Madrid, quando completará 18 anos.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original