Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Ramon Menezes explica uso de reservas em derrota no Pré-Olímpico

    Além de evitar lesões, treinador quis evitar suspensões e dar ritmo a reservas; Brasil perdeu por 3 a 1 para Venezuela, mas se classificou em primeiro para o quadrangular final

    Ramon Menezes durante a derrota do Brasil para a Venezuela no Pré-Olímpico
    Ramon Menezes durante a derrota do Brasil para a Venezuela no Pré-Olímpico Joilson Marconne/CBF

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    Fortaleza

    O técnico Ramon Menezes explicou que decidiu não escalar os titulares da Seleção Brasileira Sub-23 nesta quinta-feira (1), contra a Venezuela, não só para poupar ou evitar lesões. O Brasil perdeu por 3 a 1 na última rodada da fase de grupos, mas já estava classificado para o quadrangular final como primeiro do Grupo A.

    “O Arthur Chaves nós perdemos, por suspensão, os dois cartões amarelos. E o Andrey Santos e o John Kennedy estavam com um cartão, se tomam não jogam o primeiro jogo do quadrangular. Foi algo que pensamos bem, e também demos chance para outros atletas. Claro que a derrota é ruim, mas conversamos, vamos entrar fortes na próxima fase”, disse Ramon Menezes.

    A Seleção Brasileira perdeu pela primeira vez para a Venezuela em um Torneio Pré-Olímpico, após seis partidas. Mas o 3 a 1 também acabou com uma invencibilidade do Brasil de dez jogos nessa competição.

    “O campeonato é equilibrado, a Venezuela tem um time forte. Sabemos do nosso potencial. Temos uma defesa forte, levamos poucos gols nos três primeiros jogos. Hoje perdemos, é ruim, é chato, queremos vencer sempre, temos responsabilidade grande ao defender a Seleção, mas é levantar a cabeça”, disse Ramon.

    Na próxima fase o Brasil reencontrará a Venezuela, e também enfrentará Argentina e Paraguai, os classificados, com uma rodada de antecedência, do Grupo B. A Conmebol ainda divulgará a tabela do quadrangular, que começa na próxima segunda-feira (5). A competição termina em 11 de fevereiro.

    Somente os os dois primeiros colocados garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, que será disputado entre julho e agosto de 2024.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original