Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Richarlison doou camiseta para ajudar em rifa para cirurgia de homem com Parkinson

    A camisa doada, serviu para arrecadar dinheiro para operação que custaria cerca de R$400 mil

    Manoela Carluccida CNN

    O centroavante da seleção brasileira Richarlison encantou o país com sua atuação de gala na estreia do Brasil na Copa do Mundo do Catar. O atleta do Tottenham marcou os dois gols que garantiram a vitória sobre a Sérvia. Um deles, uma pintura.

    Para a nutricionista Laryssa Nogueira (30), no entanto, a admiração por Richarlison vai além do desempenho esportivo. O pai dela, José Edgar Ferreira, contou com a ajuda do craque da seleção para conseguir o dinheiro necessário para realizar uma cirurgia para conter os efeitos do Parkinson.

    José Edgar foi diagnosticado com a doença aos 36 anos. Ao chegar aos 52, em 2017, os médicos recomendaram que ele passasse por uma cirurgia. O procedimento teria um custo elevado e teria grande complexidade.

    Todo o gasto com a operação, a equipe médica, os exames e o hospital, foram estimados em R$400 mil na época. Laryssa entrou na justiça na tentativa de conseguir realizar o procedimento pelo SUS, mas não obteve sucesso.

    1

    Sem possibilidade de arcar com esse custo, a filha de Edgar decidiu criar uma rifa na internet para arrecadar o dinheiro necessário. De início, ela conseguiu um celular de um de seus amigos e um pacote de viagens para oferecer como prêmio.

    À CNN, Laryssa conta que percebeu que só o perfil criado no Instagram para divulgar a rifa não seria suficiente. Ela decidiu mandar várias mensagens pelo Instagram pedindo para que famosos ajudassem divulgando o perfil em suas próprias redes e contassem para outros famosos sobre a arrecadação. Nogueira chegou a imprimir um folder de divulgação da campanha e distribuir em portas de festas.

    Assim que ficou sabendo da arrecadação de Laryssa, Richarlison entrou em contato pelo Instagram. “Eu não sei como a campanha chegou até ele, mas foi ele que me procurou, ele que se ofereceu”, ela conta.

    Além de repostar a divulgação da rifa em seu perfil oficial, o jogador também enviou para Laryssa uma camiseta autografada do time que atuava na época, o Watford, para ser rifada. Nogueira conta que divulgou em diversos grupos de futebol e de torcedores do Richarlison, o que ajudou com muitas doações.

    Com a proporção que a campanha tomou, a empresa que produzia os insumos que o pai de Laryssa precisava para a cirurgia foi contatada e forneceu os materiais a preço de custo. Todos os profissionais envolvidos no procedimento se voluntariaram e a cirurgia ocorreu no Hospital das Clínicas em novembro de 2017.

    A assessoria do atacante confirmou à CNN a doação da camisa, que ocorreu de forma completamente espontânea e partiu de iniciativa do próprio jogador.

    Após o jogo do Brasil contra a Sérvia e a repercussão da atuação de Richarlison, a jovem decidiu publicar em seu Twitter a história, que viralizou. No Recife, cidade em que Laryssa e o pai moram, o atacante virou estrela e até ganhou um boneco gigante como homenagem.

    A nutricionista conta que ao ver todo o sucesso que Richarlison conseguiu no dia de hoje ela se sentiu extremamente feliz “Quero que muitas pessoas torçam e vibrem com o sucesso dele. Ele merece muito!”.

    *Sob supervisão de Lucas Iotti