Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sheikh Jassim, do Catar, aumenta lance em leilão pelo Manchester United

    É provável que qualquer resultado da venda do clube supere a atual maior negociação do esporte, recorde detido pelo Chelsea

    Mrinmay DeyUrvi Dugarda Reuters Em Bengaluru

    Sheikh Jassim Bin Hamad Al Thani, filho do ex-primeiro-ministro do Catar, aumentou o lance oferecido pela compra do clube inglês Manchester United, integrante da Premier League, segundo fontes próximas ao assunto relataram à Reuters neste sábado (25).

    Sheikh Jassim havia feito uma primeira oferta no mês de fevereiro. Um porta-voz afirmou na época que o lance não criaria dívidas, através da Fundação Nine Two do potencial comprador.

    Nenhum detalhe financeiro da nova oferta foi revelado.

    A Sky Sports News noticiou mais cedo que o lance somaria em torno de 5 bilhões de libras esterlinas (cerca de R$ 32 bilhões), mas notícias posteriores no site não mencionaram a cifra.

    O Manchester United não respondeu imediatamente o pedido por um posicionamento realizado pela Reuters.

    Os atuais donos americanos do Machester United, a família Glazer, iniciaram um processo formal de venda no final do ano passado, e receberam diversas ofertas, incluindo uma do bilionário britânico Jim Ratcliffe, fundador da multinacional da indústria química INEOS, e o empresário finlandês Thomas Zilliacus.

    É provável que qualquer resultado da venda do clube supere a atual maior negociação do esporte, recorde detido pelo Chelsea, comprado por 5,2 bilhões de dólares, incluindo dívidas e investimentos, disseram fontes à Reuters.

    O United é o quarto clube de futebol mais rico do mundo, de acordo com análise da Deloitte. O time é visto como um dos mais valiosos em todo o esporte.