Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Vitória faz acordo para desbloquear contas na Justiça; saiba valor

    Ex-jogador do clube, Felipe Garcia acionou o Leão por conta de uma dívida trabalhista

    Barradão, estádio do Vitória
    Barradão, estádio do Vitória Divulgação/Victor Ferreira/Vitória

    Nuno Krauseda Itatiaia

    O Vitória chegou a um acordo com o atacante Felipe Garcia, que atuou pelo clube entre 2019 e 2020, para solicitar o desbloqueio de suas contas na Justiça do Trabalho. O Leão se comprometeu a pagar R$ 450 mil ao jogador, de forma parcelada.

    O caso tramita na 1ª Vara do Trabalho de Goiânia (GO), e a Itatiaia teve acesso ao acordo, que foi homologado no dia 29 de maio.

    “Em caso de descumprimento, fica estipulada multa de 50% sobre o valor das parcelas em atraso e seguintes. Caso a parte autora permaneça silente após transcorridos mais de 10 dias da data do vencimento da última parcela do acordo, este será considerado cumprido”, escreveu a juíza Alciane Margarida de Carvalho, responsável pelo julgamento.

    As contas do Rubro-Negro baiano estão bloqueadas desde o dia 15 daquele mês. À época, a Justiça determinou que o clube deveria pagar R$ 812.344,62 a Felipe Garcia. Com o acordo, contudo, esse valor foi reduzido.

    O Vitória realizou, na última segunda-feira (3), um depósito judicial. Esse é um mecanismo no qual a parte devedora é obrigada a depositar uma quantia em dinheiro como garantia.

    A reportagem tentou contato com o departamento jurídico do Leão para saber o valor depositado, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria. Assim que houver resposta, o texto será atualizado.

    Relembre o caso

    Felipe Garcia entrou com a ação contra o Rubro-Negro baiano no dia 29 de novembro de 2021. Inicialmente, o atleta pedia R$ 557.420,40. Ele alega que não recebeu nenhum valor referente à rescisão do contrato de trabalho com o clube, assinada em setembro de 2020 – direito de imagem, multa de 40% do FGTS e verbas rescisórias.

    O atacante desembarcou em Salvador (BA) para defender o Vitória em fevereiro de 2019, emprestado pelo Nagoya Grampus, do Japão. À época, o Leão era presidido por Ricardo David.

    Ao todo, o jogador atuou em 32 partidas pelo Rubro-Negro e marcou apenas dois gols e deu duas assistências. Em setembro de 2020, deixou o clube, já presidido por Paulo Carneiro, rumo à Chapecoense.

    Atualmente, Felipe Garcia defende o Operário-PR. Em 2024, fez 12 jogos e não balançou as redes.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original