Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Guardiola é o técnico que menos faz substituições na Premier League; veja ranking

    Treinador do Manchester City utilizou apenas 48 substitutos em 17 rodadas do Campeonato Inglês

    Pep Guardiola promove substituição em jogo da Premier League
    Pep Guardiola promove substituição em jogo da Premier League Shaun Botterill/Getty Images

    Da CNN

    Pep Guardiola raramente faz muitas substituições durante as partidas, e essa escolha do técnico catalão rendeu a ele o posto de treinador que menos alterações realiza em jogos da Premier League na atual temporada.

    De acordo com levantamento do The Athletic, o comandante do Manchester City usou apenas 48 substitutos em 17 rodadas — 2,8 substituições por jogo. O tetracampeão inglês está empatado no quesito com Sean Dyche, do Everton.

    Em uma partida da temporada passada da Champions League, no empate por 1 a 1 com o RB Leipzig, Guardiola não fez nenhuma substituição.

    Ter substituições não significa que tenho que fazer as substituições. Sou tão bom treinador que posso decidir o que fazer ou não fazer

    Guardiola, em fevereiro de 2023

    O líder em alterações na competição é o técnico italiano Roberto De Zerbi, do Brighton, que utilizou 81 jogadores do banco de reservas até aqui no torneio — uma média de 4,7, ou seja, De Zerbi utiliza constantemente as cinco alterações.

    Líder do Campeonato Inglês, o espanhol Mikel Arteta, do Arsenal, é apenas o 11º técnico que usa mais seus substitutos, com 70 nomes vindo do banco nas 17 rodadas disputadas — média de 4,1.

    Veja o ranking de técnicos que mais usam substituições na Premier League

    1. Roberto De Zerbi (Brighton) – 81
    2. Vincent Kompany (Burnley) – 78
    3. Marco Silva (Fulham) – 78
    4. Steve Cooper (Nottingham Forest) – 75
    5. Ange Postecoglou (Tottenham) – 75
    6. Jürgen Klopp (Liverpool) – 74
    7. Erik ten Hag (Manchester United) – 73
    8. Rob Edwards (Luton Town) – 72
    9. Andoni Iraola (Bournemouth) – 71
    10. Thomas Frank (Brentford) – 71
    11. Mikel Arteta (Arsenal) – 70
    12. Unai Emery (Aston Villa) – 67
    13. Eddie Howe (Newcastle) – 66
    14. Mauricio Pochettino (Chelsea) – 64
    15. Gary O’Neil (Wolverhampton) – 64
    16. Paul Heckingbottom (Sheffield United) – 54
    17. Roy Hodgson (Crystal Palace) – 50
    18. David Moyes (West Ham) – 50
    19. Sean Dyche (Everton) – 48
    20. Pep Guardiola (Manchester City) – 48

    (Publicado por Bruno Rodrigues)

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas