Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Indicado ao Puskás, meia do Botafogo-SP faz apelo: “Peço para o Brasil votar”; veja o gol

    Meia Guilherme Madruga concorre ao prêmio por fazer golaço de bicicleta, de fora da área, pela Série B do Campeonato Brasileiro

    Guilherme Madruga, do Botafogo-SP, arrisca bicicleta de fora da área
    Guilherme Madruga, do Botafogo-SP, arrisca bicicleta de fora da área Reprodução/OneFootball

    Pedro Leiteda Itatiaia

    A Fifa divulgou, nesta sexta-feira (22), a lista dos onze jogadores indicados ao Prêmio Puskás, destinado ao gol mais bonito da última temporada. O meio-campista Guilherme Madruga, do Botafogo-SP, disputa a premiação.

    Os três finalistas e o vencedor serão escolhidos em votação online, que ocorre no portal oficial da entidade.

    Estou muito feliz por concorrer ao Prêmio Puskás, um dos mais importantes do futebol mundial. É uma sensação indescritível. O gol está fresco em minha memória, porque vejo muitas pessoas ainda comentando por diversas vezes. Fui muito feliz no lance e, realmente, foi um golaço. Peço que a torcida botafoguense e todo o Brasil vote no meu gol para o prêmio ficar novamente em nosso país

    Guilherme Madruga, concorrente ao Puskás

    Madruga foi indicado como possível concorrente ao título ao cravar um gol de bicicleta fora da área, durante vitória sobre o Novorizontino por 1 a 0, no dia 27 de junho, partida válida pela 14ª rodada da Série B do Brasileirão.

    Veja o gol de Guilherme Madruga, concorrente ao Puskás

    Na oportunidade, o jogador ficou com a bola após a defesa adversária afastar a jogada e acertou uma bicicleta no ângulo do goleiro rival.

    “Estamos muito orgulhosos por essa indicação. O Guilherme é um jovem que vem evoluindo muito durante toda a temporada, sempre disposto e dedicado pelo melhor resultado para o time e, sem dúvidas, foi um lindo gol, merece este prêmio. Além disso, ficamos empolgados pela visibilidade mundial que isso nos traz. Do ponto de vista comercial, é importante esse destaque para a exposição dos patrocinadores e para a marca do clube”, comenta Adalberto Baptista, gestor da SAF do clube.

    Na história, dois brasileiros já venceram o Puskás: Neymar, em 2011, com gol marcado na partida entre Santos e Flamengo; e Wendell Lira, em 2015, ao marcar de voleio pelo Goianésia Esporte Clube.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas