Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Libertadores: torcedor do Boca chega ao Rio após caminhar mais de 2500 km

    Argentino foi a pé de Buenos Aires até a cidade maravilhosa, palco da grande final

    Torcedor do Boca Juniors chega ao Rio após percorrer caminho a pé
    Torcedor do Boca Juniors chega ao Rio após percorrer caminho a pé Reprodução/Instagram

    Ana Cristina Schwambachda CNN

    O que você faria pelo clube que ama? Leandro Fortunato caminhou de Buenos Aires até o Rio de Janeiro para assistir à final da Copa Libertadores.

    Sem dinheiro para ônibus ou avião, o torcedor do Boca percorreu a pé mais de 2500 km e chegou, na noite desta segunda-feira (30), ao destino final: o Maracanã, onde a decisão entre Boca Juniors e Fluminense acontece no próximo sábado, 4 de novembro, às 17h.

    Torcedor do Boca Juniors chega ao Rio após percorrer caminho a pé
    Torcedor do Boca Juniors comemora chegada ao Rio de Janeiro / Reprodução/Instagram

    Perrengues no caminho

    Nas redes sociais, Leandro mostrou trechos da viagem e relatou alguns problemas que teve pelo caminho. Em um vídeo, disse que o casamento podia ter acabado.

    “Cheguei em Carazinho e recebi uma má notícia. Minha esposa me bloqueou no Instagram, Facebook e WhatsApp. Temos que chegar ao Rio e depois veremos o que farei da minha vida. Não sei se chegarei lá, duvido, mas continuarei tentando.”, desabafou o torcedor.

    Além dos problemas na vida pessoal, Leandro passou também por atrasos devido ao mau tempo. No dia 17 de outubro contou aos seguidores que chovia há 3 dias sem parar e que estava com febre.

    “Invasão” xeneize

    Leandro é um dos 150 mil torcedores do Boca Juniors esperados no Rio de Janeiro para a final da Libertadores. Muitos já começaram a desembarcar na cidade maravilhosa e a maioria chega sem ingresso, já que o Maracanã tem capacidade total para 78.838 pessoas.

    Por isso, além da fan zone na praia de Copacabana, a prefeitura anunciou que vai providenciar uma estrutura para os argentinos no Sambódromo, além de um telão na Cinelândia para a torcida do Fluminense.

    Violência pré-final

    Apesar do clima de festa, o Rio já registrou casos de violência envolvendo a final da Libertadores. Torcedores do Boca Juniors foram agredidos e roubados em uma praia nessa segunda-feira (30).


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas