Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Máfia das Apostas: STJD altera pena de Bauermann e de outros jogadores envolvidos

    Pleno julgou recursos dos atletas punidos nesta quinta-feira (6) no Rio de Janeiro

    Bauermann em ação pelo Santos
    Bauermann em ação pelo Santos Ricardo Moreira/Getty Images

    Leonardo Parrelada Itatiaia

    A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) alterou a pena de sete dos oito punidos no âmbito da julgamento envolvendo manipulação de apostas esportivas. As decisões foram discutidas e divulgadas nesta quinta-feira (6), na sede do STJD, na cidade do Rio de Janeiro. As punições podem ser revistas após um ano.

    Eduardo Bauermann, ex-zagueiro do Santos e atualmente no Alanyaspor-TUR, teve sua pena aumentada. O jogador foi suspenso por 360 dias e teve multa estabelecida em R$ 35 mil. Três auditores pediram a pena de 720 dias, mas foram vencidos.

    “O Pleno julgou parcialmente procedente o recurso da Procuradoria em relação ao atleta Eduardo Bauermann consolidando a pena em 360 dias de suspensão acrescida da multa de R$ 30 mil com base no parágrafo primeiro do artigo 243 do CBJD”, proclamou o presidente José Perdiz.

    Quatro jogadores tiveram penas reduzidas

    Paulo Miranda (sem clube), Moraes (Aparecidense-GO), Fernando Neto (São Bernardo-SP) e Kevin Lomónaco (Red Bull Bragantino) tiveram punições diminuídas. Igor Cariús, atualmente no Sport, teve a absolvição mantida. Gabriel Tota, punido com eliminação e multa, teve a punição mantida.

    O STJD também afirmou que comunicará as penas para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A CBF definirá o que fazer em relação aos casos para cobrar eventuais punições na Fifa. Bauermann, por exemplo, está contratado pelo Alanyaspor-TUR e tem condições de jogo na Turquia.

    As defesas dos jogadores, cada uma em seu momento, argumentou pela desqualificação da denúncia. A ideia era enquadrar os atletas em outros artigos para que as penas fossem mais brandas. A Procuradoria do STJD rechaçou os argumentos apresentados.

    Veja as punições atualizadas

    • Paulo Miranda: diminuição da suspensão de 1000 dias para 720 dias / multa de R$ 70 mil;
    • Morais: diminuição da suspensão de 760 dias para 720 dias / multa de R$ 55 mil mantida;
    • Gabriel Tota: eliminação e multas mantidas;
    • Matheus Gomes: eliminado do futebol e R$ 10 mil de multa;
    • Fernando Neto: diminuição da suspensão de 380 dias para 360 dias / multa de R$ 15 mil mantida;
    • Kevin Lomónaco: diminuição da suspensão de 380 dias para 360 dias / multa de R$ 25 mil mantida;
    • Igor Cariús teve a absolvição mantida por falta de provas;
    • Eduardo Bauermann: suspensão por 360 dias / multa de R$ 35 mil reais.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original