Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Lewis Hamilton vai trocar a Mercedes pela Ferrari em 2025

    Anúncio foi feito pelas redes sociais das duas escuderias nesta quinta-feira (1)

    Da CNN

    A Mercedes anunciou na tarde desta quinta-feira (1º) que o piloto britânico Lewis Hamilton, heptacampeão da Fórmula 1, deixará a escuderia ao fim de 2024. De acordo com a equipe, o próprio piloto ativou uma cláusula que permite a sua saída após o encerramento da temporada.

    Minutos depois, a Ferrari comunicou a chegada do piloto à escuderia italiana a partir de 2025. Ele substituirá o espanhol Carlos Sainz, que fará sua última temporada como companheiro do monegasco Charles Leclerc.

    “A Ferrari tem o prazer de anunciar que Lewis Hamilton se juntará à equipe em 2025”, disse a Ferrari em um comunicado.

    Lewis Hamilton compete desde 2011 pela Mercedes e já conquistou sete títulos da Fórmula 1, dividindo o posto de maior campeão da categoria com o alemão Michael Schumacher.

    “Tive 11 anos maravilhosos com esta equipe e estou muito orgulhoso do que alcançamos juntos. A Mercedes é parte da minha vida desde os 13 anos de idade. Foi um lugar onde eu cresci, então tomar a decisão de sair foi uma das mais difíceis que eu já tive que tomar. Mas é o momento certo para dar esse passo e estou animado com a possibilidade de um novo desafio. Serei para sempre grato pelo apoio da família Mercedes”, afirmou Hamilton ao site oficial da Mercedes.

    CEO da Mercedes, Toto Wolff agradeceu ao britânico pela parceria e falou sobre o futuro da equipe.

    “Em termos da relação equipe-piloto, nossa relação com Lewis se tornou a de maior sucesso que este esporte já viu, e isso é algo que podemos olhar com orgulho. Lewis será sempre uma parte importante da história da escuderia Mercedes. No entanto, nossa parceria naturalmente chegaria ao fim em algum momento, e esse dia chegou. Aceitamos a decisão de Lewis de buscar um novo desafio, e nossas oportunidades para o futuro são animadoras”, disse o dirigente.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas