Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Delegação do Brasil levará 11 atletas para a Olimpíada de Inverno, em Pequim

    Jogos serão realizados entre os dias 4 e 20 de fevereiro na capital chinesa, sede da edição de verão em 2008

    Iuri Corsinida CNN Rio de Janeiro

    O Brasil conheceu nesta segunda-feira (17) os seus representantes que disputarão os Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim, na China. Foram 11 atletas classificados para a competição, que acontece entre os dias 4 e 20 de fevereiro. A delegação, apesar de ter dois integrantes a mais em relação à última edição (2018), em Pyeongchang, na Coreia do Sul, não alcançou o recorde de participantes, batido nos Jogos de Sochi 2014 (Rússia), quando o Brasil enviou 13 esportistas.

    O número, no entanto, ainda não está fechado. O Time Brasil ainda tem a possibilidade de classificar mais dois atletas, caso haja realocação de vagas de outros países. A delegação estará presente em cinco modalidades na China: esqui cross country, skeleton, esqui estilo livre, esqui alpino e bobsled.

    O bobsled será a modalidade com o maior número de representantes. São cinco: Edson Bindillati, Edson Martins, Erick Vianna e Rafael Souza, tendo Jefferson Sabino como reserva. No esqui cross country os atletas classificados foram Manex Silva, no masculino, e Jaqueline Mourão e Bruna Moura, no feminino. O país ainda contará com Michel Macedo, no esqui alpino, Sabrina Cass, no esqui estilo livre e Nicole Silveira, no skeleton.

    Edson Bindilatti, atleta do bobsled brasileiro / Divulgação

    Dos destaques da delegação, a atleta Jaqueline Mourão é a que tem o maior número de participações em Jogos Olímpicos. Esta será sua 8ª aparição, entre participações nas Olimpíadas de Inverno e de Verão, ocasião em que a atleta disputou na modalidade cross country de ciclismo mountain bike. Outro experiente em Olimpíadas é Edson Bindilatti, que está indo para sua 5ª participação.

    Além de experiência, o Brasil também está mostrando renovação em sua equipe. Quatro atletas farão suas estreias nos jogos. São eles: Bruna Moura, Nicole Silveira, Sabrina Cass e Manex Silva.

    Jaqueline Mourão, atleta brasileira do esqui cross country / Reprodução

    Segundo comunicado do Comitê Olímpico do Brasil (COB), a primeira equipe operacional da entidade sairá do Brasil no dia 20 deste mês, “para deixar tudo preparado para os atletas nas duas Vilas Olímpicas que contarão com brasileiros”. O desembarque da delegação do Brasil está previsto para acontecer entre os dias 27 e 29 de janeiro.

    A primeira participação do país em Pequim 2022 será antes mesmo da abertura oficial. Vai acontecer no dia 3 de fevereiro, com Sabrina Cass, que disputará a primeira prova classificatória do esqui estilo livre, marcada para começar a partir das 18h, no horário de Pequim.

    Esta será a nona participação do Brasil em Jogos de Inverno, que começou a ser realizado em 1992, em Albertville, na França. Até os jogos de Pequim, o Brasil já teve a participação de 35 atletas; 10 mulheres e 25 homens, em oito modalidades (esqui alpino, bobsled, esqui cross country, luge, snowboard, biatlo, esqui estilo livre e patinação artística). O melhor resultado nos Jogos de Inverno foi em Turim 2006, quando Isabel Clark ficou em nona lugar no snowboard cross.

    As modalidades

    • Esqui cross country: É a forma de prática de esqui mais antiga. A modalidade atualmente consiste em percursos de longas distâncias, que precisam ser concluídos no menor tempo possível.
    • Bobsled: É considerado a Fórmula 1 do gelo. Bastante popularizada no Brasil após o filme “Jamaica Abaixo de Zero”, a modalidade é disputada em duplas ou quartetos. A equipe desce, em um trenó, uma pista de gelo que tem cerca de 1,2 quilômetros. Normalmente, cada equipe desce de duas a quatro vezes e vence quem finalizar as provas no menor tempo total.
    • Skeleton: Um dos mais radicais esporte da Olimpíada, a prova é disputada individualmente. É parecido com o bobsled e realizado na mesma pista. O atleta fica deitado de peito no trenó individual aberto e faz a descida do percurso. Vence quem fizer o menor tempo.
    • Esqui estilo livre: Competição que compreende algumas das modalidades mais radicais dos Jogos, como os aéreos, halfpipe, o big air, slopestyle e o moguls. São os famosos mortais, giros e manobras nas alturas. Em todos eles os competidores recebem notas dos árbitros.
    • Esqui alpino: A modalidade mais tradicional do esqui. Consiste em descer uma montanha nevada, tendo como foco a velocidade, o controle e a agilidade. É dividida em seis modalidades, sendo a principal delas o downhill. Esta é uma prova de velocidade, onde os esquiadores podem chegar até 160 km/h nas descidas mais íngremes. Vence quem tiver os melhores tempos e completar o percurso exigido.