Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Meia do São Paulo é direto ao falar de derrota na Libertadores: “Com isso, não basta”

    Galoppo mostra incômodo com exibição da equipe após perder por 2 a 1 para o Talleres, na Argentina

    Galoppo, na partida entre Talleres x São Paulo
    Galoppo, na partida entre Talleres x São Paulo Créditos: Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Brenno Costada Itatiaia

    O meio-campista Galoppo foi direto ao avaliar a derrota de 2 a 1 do São Paulo para o Talleres, nesta quinta-feira (4), no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina. Para o atleta tricolor, a apresentação da equipe no jogo de estreia da Copa Libertadores, pelo grupo B, “não basta”.

    Galoppo, por outro lado, admitiu que as lesões de Rafinha, após uma pancada na perna esquerda, Lucas, com uma lesão muscular na coxa esquerda, e Wellington Rato, com dores no tornozelo esquerdo, prejudicaram os planos da equipe. Todas aconteceram no primeiro tempo.

    “Uma pena, foi uma partida disputada, mas com três machucados, é difícil. Mas não é desculpa, foi uma atuação abaixo do que podemos jogar. Temos que fazer autrocrítica, temos muito mais a dar. Com isso, não basta”, disse o jogador, com uma expressão fechada.

    “Isso de hoje não pode acontecer outra vez. Vamos trabalhar para melhorar”, acrescentou.

    Galoppo vive um momento delicado no São Paulo. Ele não jogava há cinco partidas até que ganhou a oportunidade de entrar em campo contra o Talleres e, ao lado de Luciano, ajudou a mudar a cara da equipe no segundo tempo.

    Foi do argentino o chute que bateu na trave e originou rebote para Luciano marcar o único gol do Tricolor na partida.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas