Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nas penalidades, Água Santa elimina Red Bull Bragantino e vai à final contra o Palmeiras

    No tempo normal da segunda semifinal do Campeonato Paulista, partida terminou em 1 a 1

    Lucas Tocantins, do Água Santa, comemora seu gol na partida contra o Red Bull Bragantino válida pela semifinal do Campeonato Paulista 2023, no Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), na cidade de Santos
    Lucas Tocantins, do Água Santa, comemora seu gol na partida contra o Red Bull Bragantino válida pela semifinal do Campeonato Paulista 2023, no Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), na cidade de Santos JHONY INACIO/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

    Douglas Portoda CNN em São Paulo

    O Água Santa venceu o Red Bull Bragantino, nesta segunda-feira (20), na Vila Belmiro, em Santos, nas penalidades, por 4 a 2, e se classificou pela primeira vez para a final do Campeonato Paulista.

    A partida aconteceu no litoral paulista pela falta de refletores no estádio Distrital de Inamar.

    Na decisão, o time de Diadema enfrentará o Palmeiras, que eliminou o Ituano, por 1 a 0, na outra semifinal.

    Alerrandro, do Bragantino, abriu o placar, aos oito minutos, em um lindo lance de letra. A bola chegou a bater no goleiro Ygor Vinhas, mas acabou dentro da rede.

    Em um erro do goleiro Cleiton, aos 5 minutos da segunda etapa, o time da Grande São Paulo empatou com Lucas Tocantins.

    Aos 20 minutos, Rodrigo Sam foi expulso. Ele deu uma entrada em Artur, que não gostou e foi tirar satisfação. Sam, por sua vez, deu uma cabeçada no adversário, sendo punido pela arbitragem.

    Nove minutos depois, Matheus Fernandes cometeu falta em Cristiano, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso.

    Com o empate por 1 a 1 no tempo normal, a decisão foi para as penalidades máximas.

    Na primeira cobrança, Cleiton defendeu a batida de Bruno Mezenga. Juninho Capixaba chutou na trave. Ygor Vinhas defendeu o chute de Sorriso. Cristiano converteu. Bruno Praxedes fez o seu. Reginaldo Lopes também. Thiago Borbas manteve o Bragantino na partida. Júnior Todinho fez o último e classificou o Água Santa para a final inédita.