Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Paulo Roberto Falcão é denunciado por importunação sexual, em Santos, e deixa o clube

    Funcionária de condomínio em que o ex-jogador mora registrou boletim de ocorrência contra o ex-dirigente do Santos

    Luis Fabianida Itatiaia

    Ex-jogador da Seleção Brasileira, Paulo Roberto Falcão, foi denunciado por importunação sexual contra uma funcionária do apart hotel em que mora no litoral de São Paulo. A vítima registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos.

    A informação foi publicada inicialmente pelo G1 e confirmada pela reportagem da Itatiaia. Outras informações sobre o caso são mantidas em sigilo pela Polícia Civil, que investigará o caso.

    Falcão ocupava o cargo de coordenador de futebol do Santos. Nesta sexta (4), o time confirmou a demissão do ex-atleta.

    De acordo com o G1, para preservar a intimidade da vítima, a polícia optou por resumir ao máximo as informações no Boletim de Ocorrência (BO). Os supostos atos de Falcão “não deixaram vestígios” e, portanto, não será necessário exame de corpo de delito.

    Segundo o Código Penal, o crime de importunação sexual se dá quando um indivíduo pratica qualquer ato de cunho sexual sem consentimento da vítima. A pena prevista é de 1 a 5 anos de reclusão.

    Falcão chegou ao Santos no segundo semestre de 2022, para atuar como uma espécie de ligação entre o departamento de futebol e a diretoria do clube.

    Pelo mau desempenho da equipe nas competições desta temporada, o dirigente tem sido alvo de críticas por parte dos torcedores santistas, que chegaram a promover até mesmo uma campanha pelas redes sociais pedindo sua demissão.

    Pelo Instagram, Falcão disse que pediu demissão do Santos e negou as acusação de importunação sexual. “Em respeito à torcida do Santos Futebol Clube, pelos recentes protestos diante do desempenho do time em campo, decidi deixar o cargo de coordenador esportivo nesta data. Meu sentimento, em primeiro lugar, é defender a imagem da instituição. Sobre a acusação feita nesta sexta-feira, que recebi com surpresa pela mídia, afirmo que não aconteceu.”

    Carreira como jogador

    Como jogador, Falcão serviu o Internacional entre 1973 e 1980. Ídolo no Beira-Rio, ele tem 181 jogos e 25 gols com a camisa do Colorado.

    Em 1980, ele se transferiu para a Roma. Pelo clube italiano, Falcão entrou em campo 152 vezes e marcou 28 gols. Antes de se aposentar, ainda teve uma rápida passagem pelo São Paulo – 15 jogos e um gol.

    Falcão ainda disputou duas Copas do Mundo, em 1982 e 1986. No total, ele vestiu a camisa da Seleção Brasileira em 34 partidas e balançou a rede sete vezes.

    Carreira como treinador

    Depois de se aposentar, Falcão assumiu a função de treinador. Sua primeira experiência foi justamente na Seleção. Ele comandou o Brasil entre 1990 e 1991 – 14 jogos e quatro vitórias.

    Depois, passou por América do México (1991/92), Internacional (1993, 2011 e 2016), Seleção Japonesa (1994), Bahia (2012) e Sport (2015 e 2016).

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original