Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Premier League: VAR já cometeu nove erros graves na Inglaterra

    Entre os times afetados pelos erros do VAR, estão Manchester City, Liverpool, Manchester United, Arsenal, entre outros

    Impedimento de Luis Díaz marcado pelo VAR
    Impedimento de Luis Díaz marcado pelo VAR Reprodução/ESPN

    Maria Fernanda Ramosda Itatiaia

    O erro do VAR ao anular o gol de Luis Díaz, do Liverpool, na partida contra o Tottenham no último sábado (30) pôs em xeque o uso do árbitro de vídeo nas partidas da Premier League. Os Reds tiveram um gol legal anulado por impedimento, mesmo com revisão do VAR.

    Segundo o The Sun, nesta temporada, o VAR já errou nove vezes em partidas do Inglês. Entre os times afetados, estão Manchester City, Liverpool, Manchester United, Arsenal, entre outros.

    Tottenham x Liverpool – sétima rodada

    A partida ainda estava empatada em 0 a 0, quando Luis Díaz fez o gol que deixaria o Liverpool à frente no placar. No entanto, o gol foi anulado por impedimento.

    O lance foi para verificação do VAR, que confirmou o impedimento, mesmo com um jogador do Tottenham dando condição a Díaz. Os Spurs acabaram vencendo a partida por 2 a 1.

    Nottingham Forest x Brentford – sétima rodada

    O goleiro Matt Turner, do Nottingham Forest, foi tentar tirar a bola de dentro da área na partida contra o Brentford e acabou derrubando Yoane Wissa dentro da área. Para o The Sun, o lance era caracterizado como pênalti, mas não foi marcado.

    Aston Villa x Crystal Palace – quinta rodada

    Na vitória por 3 a 1 do Aston Villa sobre o Crystal Palace, o erro não foi totalmente do VAR. A equipe do árbitro de vídeo recomendou a marcação de um pênalti para os mandantes, quando Ollie Watkins foi derrubado por Curtis Richards dentro da área.

    O árbitro Darren England chegou a ir até o monitor para rever o lance, mas decidiu não marcar a penalidade.

    Nottingham Forest x Burnley – quinta rodada

    No empate de 1 a 1 entre Nottingham Forest e Burnley, a bola bateu na mão de Sander Berge, volante do Burnley dentro da área. O lance teve uma revisão longa, mas mesmo assim o pênalti não foi marcado.

    Arsenal x Manchester United – quarta rodada

    Na vitória do Arsenal por 3 a 1 contra o Manchester United, do Arsenal, foi derrubado dentro da área por Aaron Wan-Bissaka. O árbitro chegou a marcar a penalidade, mas o VAR anulou a decisão.

    Manchester City x Fulham – quarta rodada

    Na vitória por 5 a 1 contra o Fulham, o zagueiro Nathan Aké, do Manchester City marcou um dos gols, mas estava em posição de impedimento. O lance passou em branco pelo VAR e causou revolta nos torcedores.

    Liverpool x Bournemouth – segunda rodada (dois erros)

    A partida entre Liverpool e Bournemouth foi marcada por dois erros de arbitragem, um contra cada time. O primeiro foi o pênalti em cima de Dominik Szoboszlai, do Liverpool. A penalidade foi perdida pelo atacante Mohamed Salah, mas, segundo o The Sun, o pênalti não deveria ter existido.

    Outro erro foi o cartão vermelho para Mac Allister, do Liverpool. O jogador foi expulso após revisão do árbitro de vídeo em um lance contra Ryan Christie, mas, segundo o The Sun, o jogador não deveria ter levado o cartão. Ele levou uma suspensão de três jogos pelo cartão, mas foi retirada devido ao erro.

    Manchester United x Wolves – primeira rodada da Premier League

    Logo na primeira rodada da Premier League já houve um erro de arbitragem, na partida entre Manchester United e Wolverhampton. Andre Onana derrubou Sasa Kalajdzic dentro da área, mas tanto o árbitro de campo quanto o VAR decidiram não marcar a penalidade.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas