Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Fantasma? Corinthians só avançou em uma de cinco semifinais continentais

    Fortaleza é o quarto adversário brasileiro do Alvinegro em jogos desta fase

    Sheik foi o autor de gol contra o Santos, na ida da semi da Libertadores de 2012
    Sheik foi o autor de gol contra o Santos, na ida da semi da Libertadores de 2012 Daniel Augusto Jr./Corinthians

    Da CNN

    O Corinthians vai a campo nesta terça-feira (3), contra o Fortaleza, em busca da classificação para a segunda final continental de sua história. Mas além do forte adversário, o Alvinegro terá que superar um histórico negativo em semifinais de torneios sul-americanos. Em cinco disputas até hoje, o Timão só avançou em uma.

    1994 – Copa Conmebol

    A primeira vez em que o Timão ficou entre os quatro melhores times de uma competição continental foi em 1994, na extinta Copa Conmebol. O adversário na semi foi o rival São Paulo.

    Priorizando a disputa das quartas de final do Brasileirão, o Corinthians foi a campo com uma equipe mista, enquanto o Tricolor optou por usar um time com jovens recém-promovidos à equipe principal. Essa equipe “alternativa” do Tricolor se tornou conhecida como “Expressinho”.

    O São Paulo venceu na ida, no Pacaembu, por 4 a 3. O Corinthians devolveu o revés com um triunfo por 3 a 2, no Morumbi, mas o Tricolor acabou avançando nos pênaltis, com atuação de destaque do então novato Rogério Ceni. O São Paulo venceria o título, superando na final o Peñarol-URU.

    2000 – Libertadores

    O Corinthians voltou a chegar a uma semi continental seis anos depois, novamente contra um rival: o Palmeiras. As semelhanças com 1994 não param por aí. A partida de ida também terminou com uma vitória por 4 a 3, desta vez para o Alvinegro. O Verdão descontou na volta, novamente por 3 a 2. O duelo então foi para os pênaltis.

    Assim como no ano anterior, também diante do Palmeiras, o Corinthians acabou eliminado da Libertadores nos pênaltis, por 5 a 4. A disputa acabou decidida após o goleiro Marcos defender a cobrança o ídolo Marcelinho Carioca, numa das cenas mais marcantes da história do dérbi paulista.

    2001 – Copa Mercosul

    No ano seguinte, o Corinthians avançou às semifinais da extinta Copa Mercosul. Desta vez, o adversário foi estrangeiro. Diante do San Lorenzo, da Argentina, o Alvinegro saiu na frente com uma vitória por 2 a 1 na ida. Mas na volta, no Nuevo Gasómetro, o “Ciclón” aplicou uma goleada por 4 a 1 e eliminou o Timão, que se encontrava em crise.

    2012 – Libertadores

    O Corinthians só retornou à uma semi continental em 2012. Na temporada mais mágica da história do clube , o Alvinegro teve novamente um rival pela frente: o Santos de Neymar, então campeão vigente da Libertadores.

    Mas o calculista e competitivo Corinthians de Tite superou o Peixe na Vila, por 1 a 0, e controlou o jogo de volta no Pacaembu para enfim disputar (e vencer) sua primeira final continental.

    2019 – Copa Sul-Americana

    Sete anos após ser “libertado”, o Corinthians voltou a estar entre os quatro melhores de uma disputa continental. O resultado, porém, esteve longe de ser o mesmo de 2012.

    O Timão foi superado por 2 a 0 pelo Independiente del Valle na ida, em casa. A difícil tarefa de reverter a desvantagem no Equador chegou a se desenhar, com Boselli abrindo o placar para o Alvinegro na volta. Mas os Rayados viraram o jogo, que acabou empatado em 2 a 2. Quarta desilusão corintiana em semifinais continentais.


    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas