Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Presidente do Fluminense responde se clube vai “entregar” no Brasileirão

    Mário Bittencourt deu um ponto final no debate que o Tricolor pode 'facilitar' em confronto com o Palmeiras, que interessa seus rivais

    Fernando Diniz no Maracanã em vitória por 2 a 1 contra o Coritiba
    Fernando Diniz no Maracanã em vitória por 2 a 1 contra o Coritiba Mailson Santana/Fluminense

    Guilherme Abrahãoda Itatiaia

    Após o Flamengo entrar de vez na briga pelo título da Série A do Campeonato Brasileiro, falou-se muito que o Fluminense poderia entregar na reta final da competição. Em especial no jogo contra o Palmeiras, no dia 3, que interessa diretamente o Rubro-Negro e o Botafogo. Mas o presidente tricolor, Mário Bittencourt, deu um basta nesta discussão.

    O mandatário garantiu que o Fluminense vai jogar sério todos os confrontos até o final, mesmo com a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, no dia 18 de dezembro, na Arábia Saudita. A explicação para o Tricolor seguir buscando pontos é financeira.

    “Tem gente que não sabe, mas cada posição acima que você fica, ganha mais dinheiro. É uma questão financeira. Hoje estamos em 7º lugar. A diferença de dinheiro é brutal, se fizer um final de campeonato ruim, podemos perder muito financeiramente. Vamos disputar. E que no final vença quem for melhor”, afirmou Mário, na reunião arbitral do Campeonato Carioca, nesta segunda (27).

    O primeiro duelo do Fluminense, nesta quarta-feira (29), às 19h (de Brasília), será contra o Santos, na Vila Belmiro. Além da partida com o Palmeiras, que interessa a Flamengo e Botafogo, o Peixe é rival direto do Vasco, na luta contra o rebaixamento.

    “Alguns jogadores nos preocupam na reta final. Isso é normal. Tivemos desfalques contra o São Paulo e Coritiba também. Temos um jogo complicado com o Santos e com outros times interessados também. Vamos jogar para conquistar os nove pontos em disputa”, completou

    Clube traça meta de pontos

    E quem pensa que os 53 pontos, conquistados pelo Fluminense em 35 rodadas até aqui, estão de bom tamanho, está enganado. Mário Bittencourt revelou que a diretoria e a comissão técnica definiram quantos pontos o Tricolor precisa até o fim do Brasileiro.

    “Vamos tentar fazer 60 pontos pelo menos. Política do Fluminense é ganhar sempre. Estamos invictos depois da Libertadores. Fernando já falou isso, o Cano também. Vamos até o final do Campeonato Brasileiro com tudo o que tiver de melhor. Sempre estivemos em cima no Brasileiro nos últimos anos”, contou.

    Para chegar a estes 60 pontos, o Flu não pode mais ser derrotado, os próximos duelos serão contra Santos, Palmeiras e Grêmio. A equipe precisa de duas vitórias e um empate pelo menos até o fim da competição.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original