Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Rebaixamento do Santos termina com bombas e protestos na Vila Belmiro

    Torcedores protestaram logo após a derrota para o Fortaleza, que sacramentou a queda para a Série B

    Santos é rebaixado e partida contra o Fortaleza termina com bombas e protestos na Vila Belmiro
    Santos é rebaixado e partida contra o Fortaleza termina com bombas e protestos na Vila Belmiro GUILHERME DIONíZIO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

    Luis Fabianida Itatiaia

    O Santos está rebaixado à segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (6), na Vila Belmiro, o Peixe foi derrotado pelo Fortaleza por 2 a 1, o que sacramentou a queda e gerou muita revolta em seus torcedores.

    Bombas começaram a ser atiradas para dentro do gramado logo depois do segundo gol do Fortaleza, marcado por Lucero. De imediato, os jogadores do clube cearense correram para os vestiários, e o árbitro Leandro Pedro Vuaden optou por encerrar a partida de maneira antecipada.

    Alguns jogadores do elenco santista seguiram em campo, desolados, sem esboçar qualquer tipo de reação ao sentimento de tristeza. O goleiro João Paulo, que falhou no segundo gol do Fortaleza, se mostrou um dos mais abalados.

    As arquibancadas da Vila Belmiro foram se esvaziando, o que não necessariamente isentou os jogadores dos protestos. Os atletas que seguiram em campo precisaram de proteção por parte da Polícia Militar, que abusou do gás de pimenta para conter danos. Os efeitos, é claro, atingiram a maior parte dos torcedores e jogadores presentes.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original