Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Time da Série B fará treinos em formato remoto; veja como será

    Jogadores terão trabalho direcionado a partir de 26 de dezembro, mas só estarão de forma presente no clube em 2 de janeiro de 2024

    Foto: Flickr / Ceará SC

    Marcel Rizzoda Itatiaia

    Fotaleza

    A reapresentação do elenco do Ceará no centro de treinamento de Porangabuçu está programada para 2 de janeiro, mas alguns dia antes os jogadores iniciarão trabalhos físicos orientados de forma remota.

    Os atletas receberam no início das férias uma cartilha com orientações por parte das equipes de fisiologia, preparação física, nutrição e fisioterapia para trabalho nas férias. Recomendações referentes à alimentação, às boas práticas para um sono tranquilo e recuperação física no período parado estão presentes no documento.

    Além das orientações para os dias em que não há treinamentos, o documento traz a planilha de trabalhos para os dias 26 a 30 de dezembro de 2023. Nos cinco dias de treinamentos, os atletas realizarão trabalhos físicos e aeróbicos e todas as atividades foram descritas e exemplificadas por meio de vídeos.

    O elenco foi dividido em três grupos e, em cada período de atividades, um preparador físico do Ceará estará on-line para tirar dúvidas dos atletas durante esse trabalho remoto.

    “Existem dois motivos para o início desta pré-temporada de forma remota. Um deles é que existem atletas que vêm da Série A e, por lei, precisam de 30 dias de intervalo até a apresentação. E o outro motivo é a questão física desse grupo. Existem estudos que informam que atletas que chegam para os trabalhos no clube com cerca de 40% da sua capacidade física precisam de cerca de duas semanas para estar no seu ápice, enquanto outros atletas, que iniciam os trabalhos praticamente zerados em relação ao ritmo de treinamentos, levam aproximadamente quatro semanas para atingir isso. Nós já tivemos duas experiências bem positivas e decidimos seguir isso mais uma vez”, explicou o preparador físico do Ceará, Lucas Vinícius.

    A diretoria do Ceará está reformulando o elenco. Dezesseis jogadores já foram embora, negociados, liberados ou devolvidos após empréstimo. O clube anunciou quatro reforços: o goleiro Fernando Miguel, ex-Fortaleza, os meias Lucas Mugni, ex-Bahia, e Lourenço, ex-Vila Nova, e o atacante Aylon, ex-Novorizontino.

    Segundo o presidente João Paulo Silva serão contratados cerca de 14 jogadores para a temporada de 2024. O Ceará disputará no ano que vem o Campeonato Cearense, a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e o Brasileiro da Série B.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original