Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Trave salva os EUA e favoritas goleiam; veja o resumo do dia da Copa do Mundo Feminina

    Vitória da Holanda foi a maior do Mundial até aqui

    Camisa 10 de Portugal, Jessica Silva chora após eliminação da Copa do Mundo
    Camisa 10 de Portugal, Jessica Silva chora após eliminação da Copa do Mundo Robin Alam/USSF/Getty Images

    Rafael Serrada CNN

    Grupo E

    Portugal x Estados Unidos

    O 13° dia da Copa do Mundo Feminina começou com a seleção norte-americana, atual bicampeã mundial, indo a campo contra Portugal para formalizar a classificação às oitavas de final. Bastava um empate para isso. Mas o que poucos imaginavam é que o jogo, por pouco, não terminou como a maior zebra da história dos Mundiais femininos.

    Como já havia acontecido contra a Holanda, os Estados Unidos demonstraram dificuldade na criação e finalização de jogadas, levando pouco perigo ao gol português. No primeiro tempo, foram apenas três finalizações.

    Apesar do desempenho defensivo sólido, a seleção portuguesa também criou pouco. Mas uma dessas raras oportunidades quase deu à equipe a tão sonhada e improvável classificação para o mata-mata do Mundial. Aos 46 minutos do segundo tempo, Kika Nazareth desviou de cabeça um lançamento em direção à Ana Capeta. A atacante então seguiu rumo ao gol, mas a finalização parou na trave esquerda da goleira Naeher. Um lance que permanecerá na memória de muitos portugueses.

    Atacante portuguesa Ana Capeta acerta chute na trave em jogo contra os EUA, pela Copa do Mundo Feminina
    Atacante portuguesa Ana Capeta acerta chute na trave em jogo contra os EUA, pela Copa do Mundo Feminina / Robin Alam/USSF/Getty Images

    Fim de jogo: EUA, zero; Portugal, também, zero.

    Apesar da classificação em segundo lugar, esta foi a pior campanha dos Estados Unidos em uma fase de grupos de Copa do Mundo Feminina. Na outra vez em que o país fechou a fase inicial fora da primeira colocação, as norte-americanas somaram seis pontos. Neste ano, foram cinco.

    Vietnã x Holanda

    No outro jogo do grupo, a Holanda reforçou o status de favorita ao aplicar contra o Vietnã a maior goleada deste Mundial até aqui. 7 a 0, sendo que o placar marcava quatro gols de vantagem para as europeias já aos 22 minutos do primeiro tempo.

    O destaque fica para os gols de fora da área marcados por Esmee Brugts. “Pinturas” quase idênticas e fora do alcance da goleira Thi Thanh Tran. A atacante Roord também fez dois e ocupa agora a vice-artilharia da Copa.

    Grupo D

    China x Inglaterra

    Pelo Grupo D, a também favorita Inglaterra deu adeus às vitórias magras e desencantou contra a China. Se a Holanda aplicou a maior goleada até aqui, as inglesas chegaram perto. Logo aos quatro minutos, Alessia Russo abriu o placar e deu o tom do que seria o jogo.

    As Leoas ainda marcariam outras cinco vezes, duas delas com a meio-campista Lauren James, um dos maiores destaques individuais do Mundial até o momento. Camisa 10 do Chelsea e número 7 da seleção inglesa, ela é irmã de Reece James, que também é jogador dos Blues e da Inglaterra masculina.

    Lauren James e Rachel Daly comemoram o quarto gol da Inglaterra contra a China
    Lauren James e Rachel Daly comemoram o quarto gol da Inglaterra contra a China / Naomi Baker – The FA/The FA via Getty Images

    A China descontou, de pênalti, com Shuang Wang. Fim de jogo: China, um; Inglaterra, seis.

    Haiti x Dinamarca

    Num jogo bem mais equilibrado, a Dinamarca justificou o favoritismo e venceu o Haiti por 2 a 0, garantindo a segunda colocação do grupo. Vale ressaltar a atuação do VAR na partida, já que as europeias tiveram nada menos que três gols anulados com o auxílio da arbitragem de vídeo.

    Com o Grupo D finalizado, dois novos duelos da oitavas de final ficam definidos:

    • Austrália (1ª do Grupo B) x Dinamarca (2ª do Grupo D) – segunda (7) às 7h30
    • Inglaterra (1ª do Grupo D) x Nigéria (2ª do Grupo B) – segunda (7) às 4h30

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas