Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Veja quanto Rebeca Andrade ganhou de premiação em dinheiro pelo Mundial

    Brasileira faturou cinco medalhas em provas disputadas na Antuérpia, na Bélgica

    Rebeca comemora medalha de ouro no salto no Mundial de Ginástica
    Rebeca comemora medalha de ouro no salto no Mundial de Ginástica Naomi Baker/Getty Images

    da Itatiaia

    Rebeca Andrade voltou a brilhar em uma grande competição de ginástica artística na última semana. Com cinco medalhas, sendo uma de ouro, três de pratas e uma de bronze, no Mundial de Ginástica da Antuérpia, na Bélgica, a brasileira se tornou a primeira da história do país a ter cinco pódios em uma mesma edição de Mundial.

    Além das medalhas, a brasileira também receberá uma premiação em dinheiro da Federação Internacional de Ginástica (FIG).

    De acordo com o regulamento de competições definido pela FIG para o ciclo de 2022 a 2024, Rebeca receberá 3.750 francos suíços (cerca de R$ 21 mil), pelas medalhas nas provas individuais. A prata obtida pela brasileira na disputa do individual geral é responsável pela maior parte deste valor: 1.500 francos suíços (R$8.500).

    O ouro no salto garante a Rebeca mais mil francos suíços (R$ 5.600), enquanto a prata no solo e o bronze na trave somam para mais 1.250 francos suíços (R$ 7 mil).

    A medalha inédita por equipes do Brasil também vai ajudar no aumento da quantia que Rebeca Andrade pode ganhar em dinheiro. De acordo com o regulamento, a medalha de prata na disputa por equipes vale para o vencedor 5 mil francos suíços (R$ 27 mil).

    Contudo, não se sabe como será a divisão do valor entre as atletas que competiram. Rebeca e Flávia Saraiva foram as únicas do País que passaram por todos os aparelhos na disputa por países.

    Os valores divulgados são provenientes apenas do pagamento estabelecido pela Federação Internacional de Ginástica. Existe a possibilidade de Rebeca ter um ganho maior por premiações nacionais ou de patrocinadores.

    Menos que a Olimpíada

    Rebeca se tornou a primeira mulher do esporte brasileiro a voltar de uma edição de Jogos Olímpicos com mais de uma medalha.

    Na Olimpíada de Tóquio, em 2021, a ginasta foi ouro no salto e prata no individual geral. Levando em consideração apenas os valores pagos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a ginasta recebeu bem mais do que desta vez.

    Na oportunidade, o COB pagou para os medalhistas individuais da Olimpíada R$ 250 mil pela medalha de ouro e 150 mil pela prata. Desta forma, Rebeca voltou do Japão com a certeza de que iria receber ao menos R$ 400 mil pelo desempenho inédito pelo País.


    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas