Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Vinicius Júnior volta a ser vítima de racismo em LALIGA e desabafa: “Episódio isolado número 19”

    De acordo com o Sevilla, torcedor foi identificado, expulso do estádio e denunciado

    Vinicius Júnior foi vítima de racismo em jogo contra o Sevilla, por LALIGA
    Vinicius Júnior foi vítima de racismo em jogo contra o Sevilla, por LALIGA Reprodução/Vinicius Júnior no X

    Da CNN

    O atacante brasileiro Vinicius Júnior foi novamente vítima de manifestações racistas em um jogo de LALIGA, o Campeonato Espanhol. Neste sábado (20), no empate do Real Madrid com o Sevilla por 1 a 1, um torcedor do time andaluz imitou um macaco, gesto direcionado ao jogador.

    De acordo com nota publicada pelo Sevilla, o torcedor foi identificado, expulso do Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán e denunciado pelo clube.

    Após a partida, Vinicius Júnior elogiou a postura do Sevilla, mas lamentou um novo episódio de racismo sofrido por ele no futebol espanhol.

    “Parabéns ao Sevilla pelo rápido posicionamento e pela punição em mais um triste episódio para o futebol espanhol. Infelizmente, tive acesso a um vídeo com outro ato racista na partida deste sábado, dessa vez praticado por uma criança. Lamento muito que não haja ninguém para educá-la”, disse o brasileiro.

    “Desculpem parecer repetitivo, mas é o episódio isolado número 19. E contando…”, completou o atacante do Real Madrid.

    O Real Madrid não se posicionou sobre o caso. LALIGA, que organiza o Campeonato Espanhol, somente reproduziu o comunicado emitido pelo Sevilla, no qual o clube informa ter retirado e denunciado o torcedor que cometeu o ato racista.

    Veja a íntegra da nota de Vinicius Júnior

    Parabéns ao Sevilla pelo rápido posicionamento e pela punição em mais um triste episódio para o futebol espanhol.

    Infelizmente, tive acesso a um vídeo com outro ato racista na partida deste sábado, dessa vez praticado por uma criança. Lamento muito que não haja ninguém para educá-la. Eu invisto, e invisto muito, na educação no Brasil para formar cidadãos com atitudes diferentes dessas.

    O rosto do racista de hoje está estampado nos sites como em várias outras vezes. Espero que as autoridades espanholas façam sua parte e mudem a legislação de uma vez por todas. Essas pessoas têm que ser punidas criminalmente também.

    Seria um ótimo primeiro passo para se preparar para a Copa do Mundo de 2030. Estou à disposição para ajudar.

    Desculpem parecer repetitivo, mas é o episódio isolado número 19. E contando…

    (Publicado por Bruno Rodrigues)

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas